Notícias

Quebraram o sigilo do plenário virtual da Suprema Corte?

Quebraram o sigilo do plenário virtual da Suprema Corte?

Quebraram o sigilo do plenário virtual da Suprema Corte?

Se o voto dos cinco ministros da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) no julgamento virtual do recurso de Lula é sigiloso, como pode a Folha já cantar os votos do ministro relator Edson Fachin e Dias Toffoli?

Do Blog do Esmael:


Se o voto dos cinco ministros da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) no julgamento virtual do recurso de Lula é sigiloso, como pode a Folha já cantar que Dias Toffoli acompanhou Edson Fachin, relator, que pede a continuação do cumprimento antecipado da pena pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva? Houve violação da plataforma eletrônica interna da Corte?

A própria Folha anotou mais cedo o que segue: “Os votos são mantidos em sigilo até o fim do julgamento e são computados à medida que os magistrados se manifestam. O prazo para os ministros votarem termina na quinta (10). Se algum não votar, sua posição será computada como tendo acompanhado o relator.”

De perfil garantista, o colegiado é formado por apenas cinco ministros: Edson Fachin (presidente), Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Celso de Mello e Dias Toffoli.

Na verdade, a Folha deve estar fazendo boca de urna para manter ilegalmente Lula preso político na Polícia Federal de Curitiba.

Portanto, a Veja é uma grande escola… de fake news.

Nesta segunda-feira (7), completou um mês que o líder petista está encarcerado.


Deixe um Comentário!