Política

General diz que relatório da CIA é falso

General diz que relatório da CIA é falso

General diz que relatório da CIA é falso

Para o general da reserva Paulo Chagas, pré-candidato ao governo do Distrito Federal, o relatório da CIA que apontou que Ernesto Geisel autorizava execuções de pessoas contrárias à ditadura militar é falso.

Do Poder360:


O general da reserva Paulo Chagas, pré-candidato ao governo do Distrito Federal, sugeriu que o relatório da CIA que apontou que Ernesto Geisel autorizava execuções de pessoas contrárias à ditadura militar é falso.

O militar disse que “trata-se de uma ridícula tentativa de atingir a confiança do povo nos militares brasileiros”.

Chagas comentou o documento da Inteligência dos Estados Unidos em sua conta no Twitter. “Qual dos generais teria ‘vazado’ o que foi tratado naquela reunião secreta?”, disse.

General diz que relatório da CIA é falso

Ele também falou sobre o assunto em seu blog no WordPress:

“RIDÍCULO,  repito, porque, se uma reunião deste nível tivesse ocorrido de fato, para tratar de um assunto de tamanha gravidade, obviamente, todas as medidas de segurança teriam ter sido tomadas para que ninguém,  além dos quatro citados, tivesse conhecimento dela e do seu conteúdo”, diz 1 dos trechos do seu texto.

O documento foi liberado pelo Departamento de Estado norte-americano. Segundo o relatório, Geisel teria orientado o então chefe do SNI (Serviço Nacional de Informações) e futuro presidente João Baptista Figueiredo a autorizar os assassinatos.

O memorando foi divulgado pelos Estados Unidos em 2015 e agora foi compartilhado nas redes sociais pelo professor de Relações Internacionais da FGV (Fundação Getúlio Vargas), Matias Spektor.

(…)


Deixe um Comentário!