Notícias

Sky paga funcionários para participarem de ato pela prisão de Lula

Sky paga funcionários para participarem de ato pela prisão de Lula

Sky paga funcionários para participarem de ato pela prisão de Lula

A Sky paga salário para funcionários participarem de ato do vem pra rua, que acontecerá amanhã em várias capitais, exigindo a prisão imediata do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Do Jornalistas Livres:


A Sky Brasil, empresa concessionária de serviços de telecomunicações brasileira, com 5.682.811 milhões de assinantes, arranca a máscara e paga salário para funcionários participarem de ato do vem pra rua, que acontecerá amanhã em várias capitais, exigindo a prisão imediata do ex-presidente Luiz Inácio lula da Silva.

O chamamento à manifestação do VEM PRA RUA está no Facebook e leva o nome “Ou você vai, ou ele volta!” É descarado. Querem prender o Lula para evitar que ele volte, democraticamente eleito, pelos braços do povo. Os grupos fascistas e a direita em geral querem impedir o povo brasileiro de escolher livremente o novo presidente do Brasil, depois da tragédia chamada Michel Temer.

Sky paga funcionários para participarem de ato pela prisão de Lula

Fundada por Roberto Irineu Marinho em 11 de novembro de 1996, a Sky atualmente tem suas ações divididas entre a DirecTV Latin America (93%) e o Grupo Globo (7%). O atual presidente da empresa é Luiz Eduardo Baptista P. da Rocha, alcunhado de Bap. Para que se tenha uma ideia do potencial mobilizador da empresa, basta dizer que tem faturamento anual de US$ 4 bilhões, aproximadamente 2.000 funcionários e mais de 55.000 colaboradores (dados do Meio&Mensagem 2016).

Jornalistas Livres enviaram à RP1, assessoria de imprensa da Sky, o seguinte email:

Também procuraram a assessoria de imprensa, pelos telefones da RP1. Não houve resposta até as 17h. Assim que a Sky se dispuser a fornecer sua explicação para o comunicado, publicaremos um adendo a esta reportagem.


1 Comentário

Deixe um Comentário!