A reforma do triplex do Guarujá que custou R$ 1,2 milhão

Veja os resultados da reforma de R$ 1,2 milhão do tríplex do Guarujá

A reforma do triplex do Guarujá que custou R$ 1,2 milhão (Cozinha)

A reforma do triplex do Guarujá, atribuído a Lula, custou, de acordo com Fábio Hori Yonamine, executivo da OAS, R$ 1,2 milhão. Hoje, quando o MTST ocupou as dependências do apartamento foi possível ver os resultados desta reforma.

A navegante Letícia Lula da Silva publicou em seu Facebook duas imagens internas do tríplex do Guarujá, o apartamento que foi motivo da condenação do ex-presidente Lula. Ela printou imagens da live feita por Guilherme Boulos da cozinha e da área de serviço do tríplex.

A mídia, que costuma entrar em locais inacessíveis para mostrar “coisas” com exclusividade, jamais se interessou em mostrar, por exemplo, o luxo da cozinha do tríplex que seria do Lula. O tríplex jamais foi exibido numa matéria de arquitetura pela Veja, como a mansão do casal Bretas.

A Globo, que costuma entrar em qualquer submundo quando a interessa, não invadiu o tríplex para mostrar a bela área de serviço que foi reformada pela OAS em favorecimento a Lula.

A reforma do triplex do Guarujá que custou R$ 1,2 milhão

(A luxuosa área de serviço)

Yanomine, executivo da OAS, afirmou que a reforma da cozinha teria custado R$ 1,2 milhão: “Além disso, teve também toda a mobília da cozinha e também os utensílios que foram comprados para equipar o apartamento”, detalha. “Eu fiz a aprovação do orçamento e busquei a aprovação junto ao doutor Léo [Pinheiro]”.

Na manhã desta segunda-feira (16), o MSTS e o movimento Povo Sem Medo ocuparam o triplex com as palavras de ordem: Se [o tríplex] é do Lula, é nosso. Se não é, por que o prenderam?

6 Comentários

  • Minha opinião é que a verdade se sobrepõe a teoria neste caso, nem com a mais insana acrobacia jurídica tem como afirmar milhões numa reforma que não existe. Fato.
    Ok ao invés de nos preocupar quem enxerga melhor, deveríamos nos preocupar em punir a raiz do problema.
    Houve autoridades públicas agentes e promotores que colheram a delação e tinha obrigação funcional de investigar. É o delator de provar.
    Das duas , uma, não o fizeram e então tiveram inépcia e desvio de conduta.
    Ou o fizeram e optaram por omitir e mentir no processo.
    Crime em ambas situações.
    Nós brasileiros não aguentamos mais tantos desvirtuamento da verdade dos fatos da moral e da lógica.
    Se um erro veio a tona, não devemos jogar ele no Fla-flu atual. É necessário corrigir, mesmo que dia.

  • E tem gente que atribui educação as classes mais altas, mas devem ter faltado além disso a consultas no oculista, pois, além de não ter capacidade de discernir nada além do discurso da globosta, não enxergam um palmo a frente do nariz.

  • A elite brasileira e tão preconceituosa que se incomoda com um apartamento de classe média baixa supostamente atribuído ao ex-presidente Lula pelo juiz moro. Lula foi presidente do brasil por dois mandatos e poderia ter dez apartamentos da qualidade desse, mas como ele não nasceu em, nenhum clã escravocrata, incomoda tanto os reacionários lambedores das botas do tio sam. Êta gentinha insuportável.

  • Essas mentiradas desse luxuoso apartamento estão no processo será? as fotos confirmando??nem os Advogados de Lula tiveram a acesso a esse luxo todo????

    • A defesa sabia e demonstrou isso desde o princípio, mas não vinha ao caso. Não era interesse apurar a verdade, a intenção era condenar LULA. A ocupação pelo MST foi exatamente para divulgar o que já se sabia.

Deixe um Comentário!