Política

Em carta, Lula critica desobediência de Moro às decisões do Supremo

Em carta, Lula critica desobediência de Moro às decisões do Supremo

Em carta, Lula critica desobediência de Moro às decisões do Supremo – Foto: Leonardo Benassatto/ Reuters

O ex-presidente Lula se disse perplexo com a decisão do Ministério Público e de Sérgio Moro de não cumprirem a determinação da 2ª Turma do Supremo sobre o envio dos processos do sítio de Atibaia para a Justiça de São Paulo.

Do Painel da Folha:


O despacho dele “Fiquei perplexo ao saber que o Moro e o Ministério Público não vão cumprir a determinação do STF”. A frase foi escrita pelo ex-presidente Lula na prisão, em carta à presidente do PT, Gleisi Hoffmann. O petista se mostra indignado com a decisão do juiz Sergio Moro de manter sob sua jurisdição ações penais que têm o ex-presidente como alvo. “Que país é esse em que uma instância inferior desacata a superior, em que um juiz de primeira instância desacata os ministros da suprema corte?”

Meu tempo A mensagem de Lula chegou às mãos de Gleisi na sexta-feira (27), um dia depois de Moro informar que preferia aguardar a publicação de acórdão do STF para só então deliberar sobre a eventual remessa de processos contra Lula para a Justiça Federal em São Paulo.

Cabo de guerra O PT se insurgiu contra a decisão do juiz de Curitiba, que tem o suporte da força-tarefa da Lava Jato. Para os investigadores, as ações penais se sustentam em provas que vão muito além dos relatos de delatores da Odebrecht que são o objeto específico da decisão do STF.

Pingos nos is Em outro trecho da carta, Lula tenta acabar com as especulações de que estaria abrindo espaço para o lançamento de nova candidatura à Presidência pelo PT: “Quando falei para o diretório agir com liberdade era pra evitar ideia de que o partido é refém do Lula. Só isso”.


Deixe um Comentário!