Política

O patrimônio de Aécio triplicou

O patrimônio de Aécio triplicou

O patrimônio de Aécio triplicou – Foto: Nacho Doce/ Reuters

De 2014 até aqui, o candidato derrotado nas urnas e um dos artífices do golpe contra Dilma, viu o seu patrimônio declarado triplicar; enquanto o país amarga uma crise sem precedentes, a fortuna do tucano saltou de R$ 2,5 milhões em 2015 para R$ 8 milhões em 2016.

A matéria dos jornalistas Reynaldo Turollo Jr. e Rubens Valente, na Folha, mostra que o patrimônio declarado do senador Aécio Neves (PSDB) triplicou de 2014 até aqui. O salto foi de R$ 2,5 milhões em 2015 para R$ 8 milhões em 2016.

O crescimento é resultado de uma operação financeira entre Aécio e sua irmã Andrea Neves envolvendo cotas que o senador detinha em uma rádio, a Arco Íris, da qual foi sócio durante seis anos.

Há exatamente um ano, o MPF em Minas Gerais, pediu o fechamento da Rádio Arco Íris. A ação civil pública ajuizada pela Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão, órgão do MPF, recorre ao artigo 54 da Constituição que “proíbe que parlamentares firmem ou mantenham contrato com empresas concessionárias de serviço público”.

Os dados da Receita revelam que a rádio era a principal fonte de renda dos irmãos. Somente de 2014 a 2016 (período abrangido pela quebra de sigilo), Aécio recebeu R$ 3,1 milhões a título de lucros e dividendos não tributáveis, o triplo do que obteve do Senado como salário no mesmo período (R$ 1 milhão).

Deixe um Comentário!