Blog do Mailson Ramos

O chicote do fascismo

O chicote do fascismo

O chicote do fascismo

Guilherme Santos, fotógrafo do site Sul21, registrou o momento exato em que um membro da claque fascista que tumultua a caravana de Lula no Sul, acerta uma pessoa com o seu chicote. É a perfeita referência de um país que voltou ao século XIX.

O escravagismo está no imaginário da burguesia brasileira. Por isso, o chicote que desceu no lombo do simpatizante da caravana de Lula, no Sul, é o mesmo que, outrora descia nas costas dos escravos. Quem desfere os golpes é a mesma elite rural que construiu impérios pelo sangue e suor negro; que depois encabrestou votos para levar os seus filhos ao centro da política nacional; que vivem de incentivos e não estão dispostos a dialogar sobre o Brasil, mas defender os seus impérios.

O chicote do fascismo

O chicote do fascismo

A imagem de 2018 nos faz lembrar da tela de Jean-Baptiste Debret, ‘Feitor corrigindo escravo’. É a mais translúcida representação de que o Brasil andou para trás com o golpe. Fez surgir sectos de ignorantes e conservadores movidos por um ódio que os faz babar. Cegos e movidos a uma ojeriza figadal contra a esquerda. A sua saliva deve ter o sabor da bílis putrefata que, odientos, regurgitam.

Desses não se pode esperar senão retrocesso.

1 Comentário

  • Esse cidadão aí trabalha duro (12 a 14h por dia, dependendo da época, sol a sol, com trato da terra, manejo de animais e muito esforço físico, sem feriados) pra sustentar os que estão no governo (8h por dia em ambiente de escritório, com direito a feriados, aposentadoria gorda)
    Quem é escravo de quem afinal?
    Amigo, saia da teoria e converse com essas pessoas. No campo há valores e meritocracia que nos dariam muitas lições.
    Digo isso porquê lembro dos exemplos de meus avós.
    É a minha opinião.
    Um abraço e sucesso a todos.

Deixe um Comentário!