Notícias

Manifestantes anti-Lula agridem jornalista da RBS

Manifestantes anti-Lula agridem jornalista da RBS

Manifestantes anti-Lula agridem jornalista da RBS

Débora Ely, jornalista do Grupo RBS, foi agredida verbalmente por manifestantes antipetistas em Passo Fundo. Pouco tempo depois, um grupo desses manifestantes a hostilizou, arremessando ovos em sua direção.

Da Gaúcha:


Uma jornalista do Grupo RBS foi agredida verbalmente, nesta sexta-feira (23), por manifestantes anti-PT em Passo Fundo. Desde o início da semana acompanhando a caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo Estado, a repórter Débora Ely, de Zero Hora, foi cercada por um grupo de ativistas enquanto cobria os protestos contra Lula na RS-324, na entrada da cidade.

Os manifestantes bloqueavam a rodovia quando Débora chegou ao local e começou a filmar o ato. Em seguida, ela foi abordada por uma mulher que protestava contra Lula. Débora se identificou como jornalista e logo passou a ser alvo de gritos de “RBS comunista, jornalista petista”. Um policial da Brigada Militar interveio e pediu para Débora se afastar do local.

A repórter recuou para a lateral da pista, mas as agressões verbais continuaram. Em seguida, a BM jogou bombas de efeito moral para tentar liberar a rodovia, trancada em razão dos protestos. Na confusão, um policial pegou Débora pelo braço e a empurrou. A jornalista acabou ficando novamente próxima do grupo de manifestantes, que voltou a hostilizá-la, arremessando ovos em sua direção. Débora não se feriu no incidente.


Deixe um Comentário!