Notícias

Gilmar usou verba do STF para ir a casamento de enteada

Gilmar usou verba do STF para ir a casamento de enteada

Gilmar usou verba do STF para ir a casamento de enteada – Foto: Sérgio Lima/PODER 360

Gilmar Mendes, aquele mesmo ministro do STF que afirmou que o PT havia instalado uma cleptocracia no país, usou verba do STF para ir a casamento de enteada em Fortaleza.

Do Valor:


O ministro Gilmar Mendes usou verba da cota de passagens do Supremo Tribunal Federal (STF) para se deslocar de avião a um compromisso pessoal, o casamento da enteada dele, a advogada Maria Carolina Feitosa.

Sobrinha do 1º suplente do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), o empresário Chiquinho Feitosa (DEM), Maria Carolina se casou em 21 de outubro do ano passado, em cerimônia realizada em Fortaleza.

Tanto o casamento quanto a festa ocorreram no porto do Mucuripe, instalação reformada pelo governo federal para a Copa de 2014 ao custo de R$ 224 milhões.

Apesar do investimento, o movimento de navios nunca se intensificou e parte da área portuária acabou se convertendo em um cenário procurado para realização de eventos – o terminal marítimo de passageiros conta com um terraço que permite uma visão privilegiada do pôr do sol.

De acordo com dados disponíveis na Transparência do site do Supremo, Gilmar usou a verba da Corte para custear as passagens aéreas de ida e volta.

O ministro viajou para Fortaleza no dia 20 de outubro, sexta-feira, e retornou à Brasília no dia 22, domingo. O gasto total da viagem aérea foi de R$ 2.615,98.

Não há lei ou mesmo norma do regimento interno do Supremo que obrigue os ministros a justificarem a natureza das viagens pagas com dinheiro público.

(…)


Deixe um Comentário!