Política

Documentos do leilão comprovam que o triplex é da OAS

Documentos do leilão comprovam que o triplex é da OAS

Documentos do leilão comprovam que o triplex é da OAS

O leilão do triplex do Guarujá está marcado para iniciar às 14h do dia 15 de maio de 2018. Os documentos, porém, apresentados no site de leilões demonstram aquilo que a defesa do Lula cansou de dizer: o imóvel é da OAS.

Desde que a juíza Luciana Correa Torres de Oliveira, da 2ª Vara de Execução e Títulos no Distrito Federal, contrapôs Sérgio Moro e o Ministério Público, penhorando o triplex do Guarujá em benefício de credores da OAS, sabe-se que o imóvel não pertence ao ex-presidente Lula.

Mas ele foi condenado em primeira e segunda instância sem provas de que fosse o verdadeiro dono do apartamento. A defesa do ex-presidente foi sempre enfática ao lembrar que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) reconheceu no julgamento do recurso de apelação “que o apartamento é e sempre foi de propriedade da OAS Empreendimentos”.

Leia também:

A prova disso é a apresentação do leilão público do apartamento do Edifício Solaris. A descrição é enfática: “OBSERVAÇÃO: imóvel registrado em nome de OAS Empreendimentos – CNPJ 06.324.922/0001-30.”

Documentos do leilão comprovam que o triplex é da OAS

Se o triplex está registrado em nome da OAS e o lucro proveniente do leilão será direcionado à empreiteira, por que o Lula foi condenado? Como alguém pode ser condenado por um bem que não é seu? Como a Lava Jato vai explicar, mais tarde, que Lula recebeu vantagens de um apartamento que ainda está registrado pela empresa que o construiu?

Deixe um Comentário!