Notícias

A reforma da Previdência não vai passar, reconhece Maia

A reforma da Previdência não vai passar, reconhece Maia

A reforma da Previdência não vai passar, reconhece Maia – Foto: Andresa Anholete/AFP/Getty Images

Para ele o governo não conseguirá os 308 votos necessários para a aprovação da reforma; a votação está prevista para o dia 20 de fevereiro.

De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pretende engavetar o projeto de reforma da Previdência e transferir o ônus da derrota para o Palácio do Planalto.

Para ele o governo não conseguirá os 308 votos necessários para a aprovação da reforma; a votação está prevista para o dia 20 de fevereiro. Pelas contas, o Palácio do Planalto consegue reunir no máximo 240 votos.

Após salvar Temer de duas denuncias – e vendo as eleições se aproximarem (Temer é o pior cabo eleitoral do Brasil, de acordo com o Datafolha) – os deputados resistem à aprovação da reforma.

Uma vez irritado com o governo, o plano de Maia é dizer que o texto ficará como “legado” para ser votado em 2019 pelo novo presidente da República.

Temer e seus auxiliares não querem reconhecer que a batalha terminou e ainda articulam para que o texto consiga o aval da Câmara este mês.

Deixe um Comentário!