Política

Operação Cartão Vermelho deveria se chamar Recado

Operação Cartão Vermelho deveria se chamar Recado

Operação Cartão Vermelho deveria se chamar Recado

Jaques Wagner é um dos principais quadros do Partido dos Trabalhadores numa eventual impossibilidade de Lula disputar as eleições de outubro. Por essas e por outras, a operação Cartão Vermelho deveria se chamar Recado.

A Polícia Federal amanheceu na porta do edifício Victory Tower, onde mora o ex-governador e ex-ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner. Antes da PF, entretanto, “com exclusividade”, a TV Bahia ocupava as calçadas esperando pela ação dos agentes.

Além disso, a operação foi um recado muito claro aos petistas: primeiro realizaram uma operação para intimidar Fernando Haddad, cotado para assumir a dianteira caso Lula não possa disputar; agora investem contra Jaques Wagner que nos últimos tempos vem sendo cotado pelos dirigentes petistas como sucessor de Lula no pleito de 2018.

No país das incertezas, a única certeza é a intervenção da Lava Jato para inviabilizar políticos da esquerda. Não basta prender o Lula. Tem que impedir o seu sucessor de chegar às urnas.

Enquanto operador do PSDB aguarda a prescrição dos seus crimes com R$ 113 milhões em contas na Suíça, a Lava Jato persegue os petistas. A PF chegou a pedir a prisão do petista, mas o Tribunal Regional Federal da 1º Região (TRF-1) negou o pedido.

Jaques Wagner falou à imprensa na tarde desta segunda-feira (26). “Eu também estranho porque esse inquérito existe desde 2013, fui chamado para prestar testemunho em 2017, a própria delegada afirma que eu fui e colaborei e de repente vem um busca e apreensão, na minha opinião, absolutamente desnecessária. O que eu queria falar em relação aos fatos: eu estou com minha cabeça absolutamente tranquila, vou aguardar o final desse processo de inquérito, vamos ver o que a PF e o MPF dirão e eu vou me defender com muita tranquilidade, até porque todo esse processo da Fonte Nova foi feito sempre com a participação de consultorias internacionais”

1 Comentário

  • A cada dia que passa, fica claro as reais intenções da quadrilha que se instalou no pais, o que realmente conta é, excluir o PT e todas as suas lideranças. Até que já morreu continua sendo processada, (D. Marisa) imaginem, relamente tempos dificeis que não sei até onde “eles” vão chegar….

Deixe um Comentário!