Política

Governo decreta intervenção militar no Rio de Janeiro

Governo decreta intervenção militar no Rio de Janeiro

Governo decreta intervenção militar no Rio de Janeiro – Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Esse tipo de decisão também suspende qualquer alteração na Constituição. Portanto, PECs como a da reforma da Previdência, que tem votação marcada para a próxima terça-feira, não poderão avançar.

O governo federal decretou a intervenção militar no Rio de Janeiro na manhã desta sexta-feira (16). A informação foi dada pelo presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE). O decreto deve ser publicado ainda hoje (16) e a decisão terá que ser apreciada pelo Congresso Nacional para passar a valer.

Segundo o senador, a decisão de intervenção foi tomada pelo presidente da República, Michel Temer (MDB), em reunião na noite desta quinta-feira (15), quando ambos estavam reunidos com os ministros da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco, da Defesa, Raul Jungmann, da Justiça, Sérgio Etchegoyen, do Gabinete de Segurança Institucional, Henrique Meirelles e do Planejamento, Dyogo Oliveira, além do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão.

Esse tipo de decisão também suspende qualquer alteração na Constituição. Portanto, PECs como a da reforma da Previdência, que tem votação marcada para a próxima terça-feira, não poderão avançar.

Interferindo na segurança do estado, Temer dá às  Forças Armadas a responsabilidade pela segurança do Rio de Janeiro. A intenção do governo é que o exército fique nas ruas fluminenses até o dia 31 de dezembro.

Com informações do Portal iG.

Deixe um Comentário!