Brasil

Cerveró estará livre em breve

Cerveró estará livre em breve

Cerveró estará livre em breve – Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

Com uma pena original de 17 anos, Cerveró acabou devendo 3 após firmar o acordo de delação premiada e está prestes a conseguir a liberdade total.

Monica Bergamo noticia na Folha que um dos primeiros condenados na Operação Lava Jato, o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró progrediu para o regime semi-aberto e já pode sair para trabalhar, das 10h às 20h. Cerveró, no entanto, não está usufruindo do benefício. Ele decidiu que não vai procurar emprego e segue em prisão domiciliar.

Cerveró também delatou nominalmente 11 políticos como beneficiários do esquema de corrupção. A sua pena original foi de 17 anos, 3 meses e 10 dias. Após a delação, teve a pena reduzida para 3 anos (divididos entre prisão domiciliar e regime fechado).

Ele ainda cumpriu o acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal que prevê que ele devolva cerca de R$ 17 milhões aos cofres públicos.

Agora o ex-diretor da Petrobras está pronto para deixar a prisão domiciliar para, inclusive “trabalhar”. Como se vê, a lei é para todos.

1 Comentário

Deixe um Comentário!