Política

63% dos desempregados no Brasil são pretos ou pardos

63% dos desempregados no Brasil são pretos ou pardos

63% dos desempregados no Brasil são pretos ou pardos

O desemprego no Brasil tem, sobretudo uma questão racial e de classe: pretos e pardos juntos representavam 63,8% dos desempregados no fim do ano passado, acima dos 62% de 2012.

De Flavia Lima, na Folha:


Mesmo precária, a reação do mercado de trabalho segue favorecendo trabalhadores do sexo masculino e que se declaram brancos.

Num universo de 12,3 milhões de desempregados, as disparidades entre homens e mulheres e, principalmente, entre brancos e negros ou pardos, permanece grande.

A taxa de desemprego encerrou 2017 em 11,8% em relação a 12% registrados em igual trimestre de 2016, segundo a Pnad Contínua, do IBGE. Entre os homens o desemprego é menor: 10,5% ante 13,4% entre elas.

Se o corte for feito por cor, porém, o quadro é ainda mais preocupante.

A taxa de desemprego entre brancos (ambos os gêneros), de 9,5%, é a menor. Em contraposição, a desocupação entre pardos encerrou o ano em 13,6%, e, entre negros, chegou a 14,5%.

Chama a atenção ainda que pretos e pardos juntos representavam 63,8% dos desempregados no fim do ano passado, acima dos 62% de 2012.

(…)


Deixe um Comentário!