Notícias

Temer colocou no Ministério do Trabalho uma escravocrata

Temer colocou no Ministério do Trabalho uma escravocrata

Temer colocou no Ministério do Trabalho uma escravocrata

O sadismo de Michel Temer não tem fim. Nomeou para o Ministério do Trabalho alguém que tinha um funcionário cuja carteira de trabalho jamais havia sido assinada.

Do G1:


A nova ministra do Trabalho, Cristiane Brasil (PTB), foi condenada em 2016 a pagar uma dívida trabalhista de R$ 60,4 mil a um motorista que prestava serviços para ela e para sua família, conforme decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT1) confirmada em segunda instância.

De acordo com informações do TRT, o mérito do caso já foi julgado e a parlamentar só pode recorrer ao TST sobre o valor da indenização. O valor, portanto, ainda pode ser alterado.

De acordo com o juízo, o funcionário não teve a carteira de trabalho assinada e, por isso, deveria ter ganho de causa para receber gratificações como férias, aviso prévio e gratificações natalinas. A carga horária do funcionário era de cerca de 15h por dia, de acordo com o juiz Pedro Figueiredo Waib, que condenou em primeira instância.

(…)


3 Comentários

  • Eu realmente não sei para quem votar! excluo os envolvidos em corrupção e aparecem outros e outros, estou com vergonha !!! e vejo que muita gente também sente o mesmo! se a eleição fosse hoje realmente não teria um nome para votar! nem um partido político sério. Realmente fica difícil, votar no menos pior??? será que é a melhor opção? Se não “aparecer” algum nome até lá, nem sei como será….. será que estamos sendo muito exigentes quando queremos honestidade com requisito para os candidatos? A nossa escolha tem reflexo no futuro, temos responsabilidades aqui para as próximas gerações…..

  • Estou com vergonha alheia! um presidente impopular escolher uma ministra do trabalho com denuncias desse tipo? logo para o ministério do trabalho!? parece tripudiar com os trabalhadores do país! total falta de respeito! Em qualquer país sério, se houvesse qualquer rumor de uma acusação dessa, o candidato seria o primeiro a recusar o convite até esclarecer a questão, aqui é o contrário, procuram de todas as formas de se manter no poder! passam por cima de tudo e de todos. Isso não é só uma questão de justiça, é uma questão moral…. ainda que a justiça defina a posse, continua a questão moral.

Deixe um Comentário!