Notícias

Não houve ameaça aos desembargadores do TRF-4, diz ministro da Justiça

Não houve ameaça aos desembargadores do TRF-4, garante ministro da Justiça

Não houve ameaça aos desembargadores do TRF-4, garante ministro da Justiça

Torquato Jardim foi tratar com o governo do estado sobre a operação de segurança para o julgamento de Lula. Ele também se encontrou com o presidente do tribunal, Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz.

De acordo com a Veja, o ministro da Justiça, Torquato Jardim, disse em Porto Alegre que não há “ameaça concreta”, apenas “discurso agressivo” contra os desembargadores do TRF 4.

Torquato foi tratar com o governo do estado sobre a operação de segurança para o julgamento de Lula. Ele também se encontrou com o presidente do tribunal, Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz.

“Nem ele [secretário de segurança Cezar Schirmer] nem eu até agora recebemos qualquer informação concreta de nomes ou ação de ameaças. Há muita informação na internet, é natural, rede social é para isso mesmo. Mas em momento algum recebemos aviso concreto com ameaça concreta. Se isso acontecer, tanto o governo do estado como o governo federal atuarão imediatamente por intermédio de seus órgãos de inteligência e investigação”, disse a jornalistas.

“Há muito discurso agressivo prometendo ações ilegais, mas é um discurso que nós repudiamos. Uma coisa é o grito de discurso, de retórica, outra [coisa] é a ação. Não me preocupa o grito, não me preocupa a ameaça, desde que ela se mantenha no campo do grito e da ameaça, desde que não se transforme em ação física e ilegal. Se for ação física e ilegal, as forças de segurança cumprirão o papel”.

Jardim também lembrou que será um “momento histórico” e que “a manifestação livre do pensamento e da vontade está garantida na Constituição”.

Deixe um Comentário!