Política

Lula: “Eu dei amor pra cacete e só tomei porrada”

Lula: “Eu dei amor pra cacete e só tomei porrada”

Lula: “Eu dei amor pra cacete e só tomei porrada”

O ex-presidente Lula participou nesta quinta-feira (18) de um ato com artistas e intelectuais na Casa de Portugal, no bairro da Liberdade, em São Paulo.

Deu no UOL:


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participou nesta quinta-feira (18) de um ato com artistas e intelectuais na Casa de Portugal, no bairro da Liberdade, em São Paulo. No evento, o petista disse estar “mais maduro” e avisou que não será mais o “Lulinha paz e amor”, apelido que ganhou em 2002 quando teve sua imagem suavizada na campanha eleitoral da qual saiu vencedora.

“A minha tranquilidade é infernizar a vida deles”, disse o ex-presidente, sem dizer a quem estaria se referindo. “O Lula tá mais consciente, tá mais maduro, e vai fazer as coisas que ele não conseguiu fazer”, afirmou, citando a si mesmo em terceira pessoa. “Eu não posso ser mais radical. Mas eu também não posso mais ser o Lulinha Paz e Amor. Eu dei amor pra cacete e só tomei porrada. Eu quero é provar pra eles que não tem jeito de consertar esse país se o povo pobre não estiver incluído na economia desse país”.

Entre os presentes estavam a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), presidente do PT, o ex-ministro Celso Amorim (PT-RJ), o ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro Fernando Haddad, e juristas como Fábio Konder Comparato.

Participaram ainda o ator Aílton Graça, o grupo As Bahias e Cozinha Mineira, o guitarrista Edgard Scandurra (Ira), os cantores Ana Canas, Leci Brandão e Odair José, o escritor Raduan Nassar, a cineasta Laís Bodansky, o rapper Thaíde e o comediante Gustavo Mendes, entre outros artistas.

(…)


Deixe um Comentário!