Editorial

Editorial | O ‘mito’ começa a desmoronar

Editorial |O ‘mito’ começa a desmoronar

Editorial | O ‘mito’ começa a desmoronar

A Folha revela que Bolsonaro enriqueceu na política e o crescimento vertiginoso do patrimônio do ‘mito’ começa a suscitar desconfianças.

Bolsonaro é contra o Bolsa Família. Sobre o programa, ele afirmou que  só é necessário para uma minoria e que “não vai ser com caridade que o Brasil vai sair dessa situação crítica”. “Para ser candidato a presidente tem de falar que vai ampliar o Bolsa Família, então vote em outro candidato. Não vou partir para demagogia e agradar quem quer que seja para buscar voto.”

Em abril de 2017, no Clube Hebraica, no Rio de Janeiro, atacou os quilombolas e os indígenas dizendo:

Pode ter certeza que se eu chegar lá não vai ter dinheiro pra ONG. Se depender de mim, todo cidadão vai ter uma arma de fogo dentro de casa. Não vai ter um centímetro demarcado para reserva indígena ou para quilombola.

Este é o homem que recebe auxílio-moradia da Câmara, mesmo tendo imóvel próprio.

Após a divulgação de reportagem da Folha de S.Paulo sobre o patrimônio de Bolsonaro, os seus seguidores nas redes sociais mudaram o discurso: “Se todos têm, porque o Bolsonaro não pode?”.

O “honesto” e “irrepreensível” deputado está na mira da mídia tradicional; os ataques que se sucedem mostram que Bolsonaro não é tão honesto como faz parecer o discurso.

Aos poucos surgem revelações como esta de que Flávio Bolsonaro, o seu filho mais velho, que é deputado estadual no Rio de Janeiro, negociou 19 imóveis nos últimos 13 anos.

Se a imprensa tomar fôlego pelo assunto – e vai tomar porque Bolsonaro não e o seu candidato preferido –, a candidatura não chega às eleições. Desmorona antes.

Os incansáveis seguidores de Bolsonaro nas redes sociais estão muito próximos da realidade que transformará o “grande candidato” num coadjuvante nas eleições. Ninguém vence eleição criando uma bolha no mundo virtual.

Eleição é vencida com votos. E estes o Bolsonaro vai perdendo na velocidade em que crescem as suas riquezas.

Deixe um Comentário!