Mundo

Descoberta arqueológica revela que Jerusalém tinha um “governador”

Descoberta arqueológica revela que Jerusalém tinha um “governador”

Descoberta arqueológica revela que Jerusalém tinha um “governador”

Selo de barro com 2700 anos foi descoberto por arqueólogos israelitas e teria pertencido a uma figura que se imaginava inexistente: o “Governador de Jerusalém”.

Do Observador:


Um raro selo de barro com 2700 anos foi descoberto por arqueólogos israelitas. O artefato, estima-se, terá pertencido ao “Governador de Jerusalém”, figura que historiadores desconheciam existir realmente — apenas a Bíblia mencionava a sua existência.

O pequeno círculo é do tamanho de um botão e tem a inscrito, em hebreu, a expressão “para o governador da cidade”. Também aparecem representadas duas pequenas figuras vestidas com mantos.

A descoberta foi revelada esta segunda-feira numa escavação arqueológica que está a decorrer na Cidade Velha de Jerusalém, junto à Muralha Ocidental, e data do século VII a.C..

Shlomit Weksler-Bdolah, a arqueóloga responsável pela escavação, confirmou à AFP que esta é a primeira vez que se encontram provas de que nessa altura poderia existir um “governador” da histórica cidade. Até agora, “só conhecíamos esta expressão na Bíblia”, sublinhou Shlomit.

Este achado, que foi anunciado oficialmente pela Autoridade das Antiguidades de Israel, surge numa altura conturbada, em que a decisão de Donald Trump de reconhecer Jerusalém como capital de Israel criou nova tensão entre israelitas e palestinos.


Deixe um Comentário!