Política

O quebra-pau na convenção do PSDB

O quebra-pau na convenção do PSDB

O quebra-pau na convenção do PSDB

O ninho tucano pegou fogo neste sábado (9) durante convenção; correligionários do PSDB fizeram cadeiras voar numa demonstração clara de ruptura.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, foi aclamado presidente do PSDB, um partido rachado ao meio e que mostrou a sua ruptura no dia em que se encontraram os seus maiores cacique com o mote da “coragem para mudar o Brasil”.

Depois das sinceras e duras vaias a Aécio Neves (que deixou a presidência e depois deixou o evento), os tucanos se digladiaram numa bandalheira para ninguém botar defeito. Não era um partido político; era uma claque raivosa disposta a fazer cadeiras voar pelos ares, como já não voa a popularidade dos seus políticos.

Enquanto Alckmin fez questão de criticar o Lula em seu primeiro discurso, o partido que recebeu das mãos de Aécio aparece esquartejado, dividido em mil partes, muito mais destruído pelo golpe do que qualquer partido da esquerda.

Este foi o ônus da “oposição intransigente” contra Dilma, do apoio a Michel Temer que se mantém como verdadeiro compromisso, do apoio total ao golpe.

O vexame foi histórico. E só prova que o PSDB não é mais um partido.

Assista ao vídeo e se inscreva na NPTV:

Deixe um Comentário!