Editorial

Editorial | O “mito” é uma besta quadrada

Editorial | O “mito” é uma besta quadrada

Editorial | O “mito” é uma besta quadrada

Quanto mais Jair Bolsonaro fala se percebe que ele é a face de uma parcela da sociedade brasileira que considera mítica uma besta quadrada.

Bolsonaro não entende nada de economia. Em entrevista concedida à jornalista Mariana Godoy, na RedeTV!, em novembro passado, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) foi questionado sobre assuntos econômicos, só falou besteiras e bombou nas redes pelo seu apedeutismo, além de ter as suas respostas contestadas pela apresentadora.

Em viagem recente aos EUA, Bolsonaro, que se diz patriota, reverenciou respeitosamente a bandeira americana. Este não foi o mais desconcertante dos seus gestos. Na última quinta-feira (14), em Manaus, o pré-candidato à presidência da República disse que hoje em dia “a Amazônia dificilmente é nossa”. Isso porque há diversas reservas indígenas na região. As reservas, segundo ele, “poderão ser novos países dentro do Brasil”.

A solução: Expulsar os índios e fazer uma parceria com os Estados Unidos para explorar os minérios da região. Afinal de contas, como havia antecipado no Clube Hebraica, no Rio, em abril, ao se tornar presidente acabaria com todas as reservas indígenas: “Onde tem uma terra indígena, tem uma riqueza embaixo dela. Temos que mudar isso daí”.

Nesta semana, iniciou um vídeo dizendo que falaria de Saúde por 30 minutos numa publicação de vídeo ao vivo. Não falou 30 segundos e todo mundo percebeu que Bolsonaro é o candidato do vazio mental: segundo ele, “profissional de educação física” deve estar no Ministério da Saúde para prevenção de AVC.

Um jênio.

3 Comentários

  • Aqui esta uma informação que poucas pessoas conhecem: Artigo N° 1 da Constituição da Republica Federativa do Brasil de 5 de Outubro de 1988: “Todo o poder emana do povo.” Ou seja, se o País arrecada 2 trilhões em impostos em um único ano, é porque o nosso Brasil é Rico. A solução para a violência não está nas armas dos policiais, nem da economia no aumento de impostos. Um País melhor se faz na sociedade. Em um povo que eleja seus representantes não apenas por promessas, mas por fatos conhecidos. Afinal “Palavras faladas voam para longe, palavras escritas permanecem” frase do discurso de Caio Tito ao Senado Romano e prestigiada por Michel Temer em carta de despedida enviada ao Governo Dilma.

  • Todos Partidos e Poderes são fantoches da ONU, dos Russo Chineses, de Globalistas, de Bolivariânus.
    Logo a ÚNICA SOLUÇÃO é a volta do REGIME MILITAR PATRIÓTICO para VERMIFUGAR AS INSTITUIÇÕES, fora disso Bolsonaro será menos ruim que todo o resto, mas não resolverá nada, não se cura câncer se arrancar a banda podre da sociedade do poder usurpado.

Deixe um Comentário!