Cultura

Filósofo desconstrói as falácias de Moro

Filósofo desconstrói as falácias de Moro

Filósofo desconstrói as falácias de Moro

O livro se divide em duas partes, demonstrando que os argumentos do juiz violam as leis da lógica para obter conclusões que não podem ser validamente obtidas.

Nossa Política publica na íntegra o livro ‘Falácias de Moro – Análise Lógica da Sentença Condenatória de Luiz Inácio Lula da Silva Processo nº 5046512-94.2016.4.04.7000’ em que o filósofo Euclides Mance desconstrói a sentença contra Lula:


Nele realizamos uma análise exaustiva das principais inconsistências lógicas, tanto semânticas quanto formais, presentes na sentença condenatória do ex-presidente Lula no caso do triplex do Guarujá.

O livro se divide em duas partes, demonstrando que os argumentos do juiz violam frequentemente as leis da lógica para obter conclusões que não podem ser validamente obtidas.

Na primeira parte, analisamos dez falácias, explicando-as uma a uma, indicando sua forma lógica e a nomenclatura  filosófica recorrente na tipificação desses raciocínios falhos, facilitando sua análise e estudo com base na tradição acadêmica.

Na segunda parte, percorremos a sentença como um todo, evidenciando os diferentes erros lógicos cometidos pelo juiz no transcorrer de sua argumentação. E mostramos como a condenação do ex-presidente está apoiada justamente nessas inconsistências lógicas.

A primeira versão desse estudo foi publicada em agosto de 2017 pela Agência Latino-Americana de Informação – ALAI.

Agradeço a interlocução realizada, nas semanas seguintes, com professores de lógica que trabalham em diferentes universidades no Brasil, possibilitando aperfeiçoar aquele estudo inicial, ora publicado como livro.

Boa leitura a todos/as.

Euclides Mance


Deixe um Comentário!