Política

Cai rejeição a Lula

Cai rejeição a Lula

Cai rejeição a Lula

As últimas quedas na rejeição a Lula coincidem com um movimento inverso no índice de rejeição ao governo Michel Temer (PMDB), atualmente em 71%.

Do BuzzFeed:


O pico de rejeição a Lula aconteceu em março de 2016, na pesquisa divulgada pelo Datafolha dois dias após a então presidente, Dilma Rousseff (PT), indicá-lo para ser ministro-chefe da Casa Civil — Lula não chegou a assumir o cargo.

No mesmo dia em que Lula foi indicado, um telefonema entre ele e Dilma foi divulgado, com autorização do juiz Sergio Moro, horas após ter sido gravado. Na decisão, o juiz argumentou que o interesse público justificava a divulgação.

“Seguinte, eu tô mandando o ‘Bessias’ junto com o papel pra gente ter ele, e só usa em caso de necessidade, que é o termo de posse”, disse Dilma a Lula, no que meses depois seria interpretado pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, como uma tentativa de obstruir a Justiça.

Desde o pico, o patamar de rejeição a Lula diminuiu, oscilando entre 46% e 42%. As últimas quedas na rejeição ao petista coincidem com um movimento inverso no índice de rejeição ao governo Michel Temer (PMDB), atualmente em 71%.

Na última pesquisa, de 30 de novembro, a rejeição a Lula foi de 39% — primeira vez que caiu a patamar menor que 40%.

As últimas duas quedas, registradas nas pesquisas de setembro e novembro, ocorreram após o petista ter iniciado caravanas pelo país. Ele participou de eventos no Nordeste e, nas últimas semanas, esteve em Minas Gerais e no Espírito Santo.


Deixe um Comentário!