Temer é um herói, segundo o Estadão

Temer é um herói, segundo o Estadão

Temer é um herói, segundo o Estadão

Para o jornal Estado de São Paulo, ao comprar deputados para escapar de duas denúncias oferecidas pelo MPF, Temer demonstrou “força”.

Michel Temer aparece em editorial do Estadão como herói nacional, um presidente insuperável cuja única oposição vem apenas de grupos ligados ao petismo e reduzidos ao espaço virtual das redes sociais.

O fato incontestável é que a única oposição de fato ao presidente Temer se limita hoje às redes sociais e aos partidos desalojados do poder depois do impeachment de Dilma Rousseff.

O Estadão se esquece da impopularidade, das malas de dinheiro, das provas irrefutáveis que agora são colocadas – pela mídia tradicional – como objetos de desconfiança, pois são resultados da sanha de alguns procuradores do MPF por holofotes. Agora.

O Estadão vai mais longe. Transfere à compra espúria de votos de parlamentares um ar de institucionalidade. Temer estaria exercendo um poder de negociação com o Congresso – e não enchendo as burras dos deputados com emendas milionárias para se safar de denúncia.

Mas o regime de governo brasileiro ainda é presidencialista, e Michel Temer demonstrou que sabe como usar o poder da Presidência na negociação com o Congresso, com quem, aliás, desde o primeiro dia, prometeu governar.

O Estadão demonstra alívio, tanto quanto Temer, com o arquivamento das denúncias e propõe que os deputados aprovem as medidas deste governo imundo e recuperem – essa é a palavra utilizada – o Brasil depois do desastre que foi o lulopetismo. É de dar ânsia de vômito.

O que se espera é que os grandes partidos da base aliada, seja lá quais forem seus dilemas internos e seus objetivos eleitorais, ajam como sustentáculos reais de uma administração que até aqui foi bem-sucedida na hercúlea tarefa de recuperar um país arruinado pelo pesadelo lulopetista – façanha que, por si só, merece respeito.

É quase que transformar Temer em herói. Um herói do subterrâneo dos palácios e das negociatas sujas do congresso dos canalhas.

2 Comentários

Deixe um Comentário!