Notícias

Senado pode acabar com o Uber

Senado pode acabar com o Uber

Senado pode acabar com o Uber

Os senadores chamam de regulamentação. Entretanto, os aplicativos de transporte individual acreditam que projeto vai acabar com o serviço.

Do Diário do Transporte:


Após ser adiada para esta terça-feira, dia 31 de outubro, a votação do projeto de lei no Senado que deixa mais rígidas as regras para serviços de aplicativos de transporte individual, aumentou a batalha pela opinião pública entre taxistas e as empresas como Uber, Cabify e 99.

Enquanto taxistas se utilizaram das tradicionais carreatas na semana passada, os usuários e motoristas dos serviços de aplicativos inundaram as páginas de senadores no Facebook com comentários contrários à proposta.

Neste fim de semana o aplicativo Uber enviou um e-mail com o título “Diga não à lei do retrocesso”. No e-mail estão os cinco pontos que transformaram o PLC 28/2017 numa proibição aos aplicativos, ao contrário de uma “regulamentação dos serviços”.

Desta vez, o Uber incorpora à campanha o apoio de três políticos, que cita abertamente no email: os senadores Airton Sandoval – PMDB, José Serra – PSDB e Marta Suplicy – PMDB, e estimula os internautas a ingressarem em suas páginas para assinarem o manifesto e dizerem “Não ao PLC 28/ 2017”. (…)


Deixe um Comentário!