Mídia

Globo unifica redações e demite mais de vinte jornalistas

Globo unifica redações e demite mais de vinte jornalistas

As demissões aconteceram no Rio de Janeiro e também em São Paulo onde, segundo fonte ouvida pela IMPRENSA, já eram esperadas desde a semana passada.

Do Portal Imprensa:


A Rede Globo demitiu na tarde de segunda-feira (16) e manhã de terça-feira (17) mais de vinte profissionais do núcleo de esporte.

As demissões aconteceram no Rio de Janeiro e também em São Paulo onde, segundo fonte ouvida pela IMPRENSA, já eram esperadas desde a semana passada.

Ainda de acordo com essa mesma fonte, o corte teria sido motivado por redução de custos. Desde agosto, as equipes do esporte em São Paulo atendem as demandas de pauta tanto da Globo quanto do Sportv.

No Rio de Janeiro, a redação também foi unificada e os profissionais agora estão concentrados no edifício da Barra da Tijuca e não mais no Jardim Botânico, formando uma redação única para Globo Esporte, GloboEsporte.com e Sportv.

Procurada para comentar o assunto, a emissora divulgou a seguinte nota:

“Desde outubro de 2016, quando a área de Esportes passou a atuar em um novo modelo organizacional, trabalhamos intensamente para implementar uma estrutura funcional ainda mais dinâmica.

O projeto como um todo não nasceu com o objetivo de cortar pessoas e sim de rever a forma de atuação das diferentes áreas que atendem ao Esporte, criando uma visão sinérgica. Os ajustes foram feitos em função de um desenho integrado ideal.”

O executivo Roberto Marinho Neto assumiu, em 2016, o comando de todas as operações de esportes da emissora, bem como a compra de direitos dos programas e as soluções multiplataforma do Sportv.com e GloboEsporte.com. Robertinho, como é conhecido, vem promovendo mudanças no núcleo desde então. O segmento passou a ser independente do setor de jornalismo.

Transmissão

Nesta segunda-feira (16), a emissora anunciou, por meio de nota, que fechou suas seis cotas de patrocínio para a Copa do Mundo do ano que vem, que será realizada na Rússia.

Há menos de dois meses, em agosto, a Globo já tinha fechado suas cotas de transmissão do futebol para 2018, que incluem as partidas do Brasileirão, Copa do Brasil, Taça Libertadores da América, Copa Sul-Americana, além dos principais campeonatos estaduais.

O projeto de comercialização da Globo para transmissão da Fórmula 1 também já está fechado para o ano que vem.


Deixe um Comentário!