Notícias

Temer chama Doria de ‘companheiro’

Temer chama Doria de ‘companheiro’

Temer chama Doria de ‘companheiro’

Ao lado do prefeito João Doria (PSDB), elogiado por Temer como “parceiro e companheiro”, o evento foi classificado pelo presidente como um “fenômeno de conciliação”.

Saiu no Globo:


Ao participar nesta segunda-feira na prefeitura de São Paulo do ato de cessão de uma área da União para o município, o presidente Michel temer disse que “é inadmissível que brasileiros se joguem contra brasileiros”. Ao lado do prefeito João Doria (PSDB), elogiado por Temer como “parceiro e companheiro”, o evento foi classificado pelo presidente como um “fenômeno de conciliação”, após o racha dos tucanos na votação da semana passada.

Temer tentou adotar este tom conciliador em sua primeira viagem depois de a Câmara barrar a denúncia da Procuradoria-Geral da República contra ele pelos crimes de corrupção passiva.

— É inadmissível que brasileiros se joguem contra brasileiros. A história do nós contra eles não pode prevalecer. Nós temos que unir o Brasil. É claro que há dificuldade para isso. Há um emocionalismo.

Temer acrescentou ainda que se ele e o anfitrião Doria se pautassem por “emocionalismo”, a cessão de uma área de 400 mil metros quadrados do terreno onde fica o Aeroporto Campo de Marte para o município não teria acontecido.

— Esse ato representa um fenômeno de conciliação.

Os partidos do presidente e do prefeito, PMDB e PSDB, vivem um momento tenso da relação depois que quase metade da bancada tucana na Câmara votou a favor da denúncia da PGR contra Temer, na semana passada.

Temer disse ainda que sempre foi pautado pelo “princípio federativo”.

— Desde o primeiro momento temos nos pautado pela ideia de que é preciso prestigiar estados e municípios. Se forem fortes, forte será a União.

Falou também sobre a importância de “proteger as reformas, que elas sigam em progresso no Congresso”.

Doria foi elogiado pelo presidente, a quem chamou de “parceiro e companheiro”.

— Tenho orgulho de me equiparar às atitudes de João Doria para que nós tomássemos atitudes que estavam paralisadas há muitíssimos anos (…). Isso é fruto da ideia porque tenho um parceiro e um companheiro. João não tem uma visão só municipalista, mas nacional — disse o presidente.

(…)


Deixe um Comentário!