Política

Greve Geral de 30/06 é compromisso histórico!

Esquenta o clima para a Greve Geral de 30 de Junho de 2017. Centrais sindicais e movimentos populares preparam paralisações que durarão 24 horas.

Esquenta o clima para a Greve Geral de 30/06

Esquenta o clima para a Greve Geral de 30 de Junho de 2017. Centrais sindicais e movimentos populares preparam paralisações que durarão 24 horas.

As centrais sindicais acordaram em construir um calendário de lutas nos marcos do seguinte chamado: “ Vamos parar o Brasil contra a reforma trabalhista em defesas dos nossos direitos e aposentadoria”. No inicio da semana que vem vamos ter mobilizações nos aeroportos, ato no senado dia 28 e paralisações e manifestações de rua no dia 30, onde para uns será greve geral a para outros nem tanto. Não houve absoluto consenso na reunião das centrais sobre a palavra de ordem “greve geral” por conta principalmente da posição da Força Sindical e de seus compromissos com o governo. Mas não será por conta disso que a greve geral dia 30 não vai sair, o empenho da militância com a disposição de luta dos trabalhadores pode surpreender!

Saiba tudo sobre a Greve Geral de 30/06:

Estamos diante de um momento histórico no qual a crise política nos dá a oportunidade de derrotar as reformas e derrubar o governo Temer. O papel das centrais sindicais nesse momento é se jogar com toda força no trabalho de base visitando cada local de trabalho conversando com os trabalhadores. Precisamos mobilizar milhões e a nossa unidade pode mover uma montanha de indignação contra o governo Temer e esse congresso, que não  tem qualquer moral para seguir legislando.

O caminho da unidade necessária para destruir os planos de Temer é unificar as lutas em defesa de direitos sociais e ao mesmo tempo exigindo uma saída democrática para a crise política. Não podemos aceitar em nenhuma hipótese que Temer seja substituído por alguém eleito pelo congresso que está aí. Por isso as centrais sindicais devem avançar politicamente para além das bandeiras econômicas e exigir diretas já para presidente a para o congresso nacional. Contrapor a luta contra as reformas contra a luta por direitos democráticos é um erro catastrófico nesse momento no qual precisamos acumular o máximo de forças para derrubar de vez esse governo.

Não só os sindicatos tem essa tarefa, é preciso envolver os movimentos sociais, as organizações e ativistas que lutam contra as opressões, o movimento estudantil e toda juventude lutadora.

Dia 28 de junho todos os sindicatos de base de todo país que tiverem condições tem a obrigação de enviar militantes para ajudar na manifestação que estamos preparando no Senado Federal. Como também em todas as cidades os sindicatos e movimentos sociais precisam se reunir imediatamente e traçar planos que envolvam parar a produção, circulação de mercadorias, órgãos públicos, instituições financeiros, comercio,  transporte publico, universidades e escolas.

E por fim, seria muito importante que as centrais sindicais e comitês estaduais combinassem com a greve geral, construir em ampla unidade grandes manifestações no dia 30 de junho mobilizando milhares de trabalhadores nas ruas das principais cidades e capitais do país.

GREVE GERAL PELA BASE PARA DERRUBAR TEMER, DERROTAR AS REFORMAS E CONQUISTAR ELEIÇÕES DIRETAS PARA PRESIDENTE E CONGRESSO!

Fonte: Esquerda Diário

19 Comentários

  • É coerente se fazer greve e manifestação em prol do Estado de Direitos do cidadão trabalhador. As reformas propostas pelo governo só atinge os trabalhadores. Pq não a reforma política, pois é obvio que aos empresários e políticos não interessa! Não vejo nenhuma luz para a solução do problema, pq não se fala em reforma política num momento em que se trata do primeiro passo para desmontar o sistema de corrupção instalado no nosso país!

  • Ninguém neste País sabe fazer greve, pois quem fica prejudicado sempre é quem acorda cedo para defender o seu salario no fim do mês. O correto seria sermos patriotas, onde todos se unem por um país melhor, por um único objetivo e não por direitos individuais. Estou farta destas greves que nunca trás beneficio nenhum ao povo, só transtorno. Patriotas quando se levantam fazem as coisas acontecerem.

  • Eu apoio fora Temer, Fora Aécio, Fora Lula, limpeza da politicagem corrupta do Brasil e principalmente apoio o Fora a outro câncer do Brasil, os sindicatos, Fora CUT!

  • Eu tenho que trabalhar afinal ninguém paga minhas contas…
    Minha opinião é que quem aderir esse movimento é uma cambada de vagabundo desocupado que quer aparecer…

  • O certo seria manifestação e não paralisação. O engraçado é que todas essas paralisações estão ligadas ao ESQUERDOPATAS que acha que o LULADRÃO vai salvar o pais dessa merda, envolvido em esquemas de corrupção e não sei nem o porquê que tem pessoas desinformadas que acha que se ele for eleito vai adiantar algo. Ele já ferrou o nosso país quando desarmou o povo. Hoje o vagabundo entra em tua casa estupra tua mulher, filha e come até você se você deixar e você não tem direito de ter uma ARMA para se defender, e quando um vagabundo desses morre aí aparece a comissão de DIREITOS HUMANOS (que só aparece quando um vagabundo morre). O povo está acordando… Os sábio que conhecem o meio da política tem que abrir o olho de seus familiares para votarem consciente em 2018. Também tem a questão do povo mais carente que acha que o governo pós-luladrão tirou os direitos, muito pelo ao contrário tirou foi a MAMADA onde não se precisava estudar, não se precisava trabalhar, fica vivendo nas custas do governo. Acabou a mamada e acordem vocês que querem votar no LULADRÃO, esse vagabundo vai impor o comunismo no Brasil.

  • como se os sindicatos estivessem realmente a favor do trabalhador. Eles fazem greve visando seus próprios interesses. O povo deve se manifestar, mas, não fazendo o que os sindicalistas querem, principalmente no dia que eles querem. Onde já se viu, uma greve revogando direitos, onde não dão ao trabalhador o direito de opnar se ele quer ou não comparecer ao trabalho. Na última greve recebi msgs e panfletos onde eles coagiam as pessoas a não sair de casa.

  • Quando se faz uma greve, tem algum político que sofre com isso? Eu como trabalhador, não consigo pegar o ônibus, é descontado meu salário, além das muitas vandalizações nas ruas que sempre tem durante uma greve. Os políticos continuam com sua vidinha tranquila e recebendo o salário. Se querem fazer greve, não devia parar os serviços básicos de transporte e saúde, e as greves deveriam ser feitas em frente a residência dos políticos corruptos.

  • Vamos lá, movimento de qualidade, supera o de quantidade, quem for , tem que saber estar prestando um servico ao pais, nao vamos quebrar nada, vamos gritar, cantar, usemos tambem os campos de futebol , com coros e faixas, para tirar este da presidencia, ou alguem tem dúvida . ESse cara de pau vai afundar o que sobrou, TEMER envergonha mais o BRasil e deve ser proibido ate de cantar nosso Hino

  • Apoio fortemente greve, muito se diz do poder que está nas mãos do povo, não vejo como poder nenhum, pois sempre tem um fdp no governo fazendo um arrombo nos cofres públicos e deixando o Brasil cada vez pior; Então o jeito de ser ouvido e causar repercusão é fazendo manifestações e greve sim.

    DIRETAS JÁ!

  • CONQUISTEM, NÃO IMPONHAM!!!
    Greve geral impondo o medo é a força?
    Greve geral na base do grito e da força impondo a vontade de poucos para que aqueles que não querem greve venham aderi-la na base da imposição de poucos?
    Que democracia é essa que eles dizem praticar?
    Exercer a baderna, quebrando transportes público, forçando lojas, empresas e a indústria a fecharem suas portas sobre ameaça só no propósito de impedir o trabalhador de bem de ter seus direitos respeitados?
    Que democracia é essa que Lula, sindicatos, PT e PCdoB tanto falam?
    Engana-me, to adorando……

    • Os direitos dos tralhadores já não são respeitados por esse governo. Sem grito, os corruptos do planalto não escutam. Quem exerce baderna, quebrando o patrimônio público, são vândalos que se aproveitam do cenário, e não manifestantes, assim como nas greves do ano passado.

    • Tem que parar mesmo e assim os políticos corruptos nos escuta.
      Todos já deveriam estar preso mas se continuar assim nosso pais vai afundar

    • Ninguem obriga você a fazer parte de centrais sindicais e/ou partidos politicos. Mas está claro e evidente que essa reforma trabalhisa e previdenciaria afeta a classe trabalhadora. Infelizmente o povo so é ouvido de se for as ruas para reinvidicar os seus diretos. Do jeito que está não dá. Retroceder jamais. Sou a favor sim de manifestaçãoes pacificas e conscientizadas. Fora Temer, fora Rodrigo Maia e todos os politicos hipocritas que pensam que o brasileiro é burro.

    • Como mostrar a força sem manifestar? A greve e a forma sim de mostrar que o povo esta cansado dessa safadeza, um presidente que já esta provado que roubou a nação, cabeça dessa quadrilha e se acha acima do poder e das leis do país. o Brasil todo deveria ir para as ruas nesse dia e manifestar sem quebrar, ate por que os próprios políticos infiltram gente para fazer a baderna e tirar o foco da manifestação. Não sou de direita nem de esquerda, e não vejo um só político que possa nos representar nesse país.

Deixe um Comentário!