Notícias

Governo vai confiscar FGTS e meter a mão no bolso do trabalhador

Governo vai confiscar FGTS e meter a mão no bolso do trabalhador

Governo vai confiscar FGTS e meter a mão no bolso do trabalhador – Foto: Marcelo Camargo/ABr

Para a direção da Central Única dos Trabalhadores (CUT), a medida é uma das maiores perversidades já anunciadas pelo governo golpista de Michel Temer.

De acordo com levantamento do Globo realizado em março deste ano, apenas 9,6% dos brasileiros gastariam o dinheiro resgatado das contas inativas do FGTS. Possivelmente os R$ 43,1 bilhões que serão sacados até julho foram destinados ao pagamento de dívidas bancárias e em cartões de crédito ou cheque especial.

Ontem (23/06), Henrique Meirelles admitiu que o governo estuda usar o FGTS para substituir parte dos pagamentos do seguro-desemprego.

“Existem discussões na área econômica do governo, seja no Ministério da Fazenda, seja no Ministério do Planejamento, seja em outras áreas em diversos níveis, sobre diversas coisas que possam induzir o país a voltar a crescer”, disse o ministro da Fazenda.

Meirelles negou que a discussão estivesse adiantada e disse se tratar de um projeto “embrionário”.

Para a direção da Central Única dos Trabalhadores (CUT), a medida é uma das maiores perversidades já anunciadas pelos golpistas. Segundo a central, a medida é “um assalto a um direito do trabalhador”.

Depois de repassar as contas inativas aos trabalhadores endividados para que eles reaquecessem a economia enchendo as burras dos bancos (vide o lucro que eles acumulam em plena crise), Temer e Meirelles vão meter a mão no FGTS.

Deixe um Comentário!