Brasil

Contra ajuste fiscal, servidores invadem Câmara Municipal de Curitiba

Contra ajuste fiscal, servidores invadem Câmara Municipal em Curitiba

Contra ajuste fiscal, servidores invadem Câmara Municipal de Curitiba

Contra ajuste fiscal¨proposto pelo prefeito Rafael Greca, servidores invadiram a Câmara Municipal de Curitiba na manhã desta terça-feira (20). Votação foi suspensa.

Saiu no G1:

Servidores municipais de Curitiba invadiram a Câmara Municipal por volta das 10h15 desta terça-feira (20). Com o tumulto, quatro manifestantes se feriram, de acordo com os bombeiros. Além disso, uma pessoa foi presa.

A sessão estava marcada para começar às 9h, mas foi suspensa às 9h35 para que os vereadores decidissem como seria feita a votação.

Dos feridos, três foram atendidos no local e um foi encaminhado ao hospital com ferimentos moderados. Policiais usam cassetetes e spray de pimenta para conter manifestantes.

“Caí ali na escada, os caras me deram uma porretada na cabeça”, disse o servidor João Carlos Filla, que foi quem teve os ferimentos considerados moderados pelo Corpo de Bombeiros.

(…)

Estava prevista, para a sessão desta terça, a votação de quatro projetos de lei que tramitam em regime de urgência e que fazem parte do pacote de ajuste fiscais proposto pelo prefeito Rafael Greca (PMN).

No fim da manhã, o presidente da Câmara, Serginho do Posto (PSDB), disse que lamenta a situação e argumentou que não sabe se a votação será feita nesta terça. Até então, a sessão continuava suspensa. Ele também falou que fará uma nova reunião com os vereadores para decidir a questão.

O pacote fiscal, conhecido como “pacotaço”, é formado por 12 propostas e é alvo de polêmica, uma vez que as mudanças, se aprovadas, devem afetar mais de 30 mil servidores que ainda trabalham e outros 16 mil aposentados e pensionistas.

Os servidores são contra o “pacotaço” e, por essa razão, estão em greve desde 12 de junho.

(…)


Deixe um Comentário!