Notícias

Michel Temer já perdeu quatro assessores

Michel Temer já perdeu quatro assessores

Michel Temer já perdeu quatro assessores

O último deles foi o empresário e ex-deputado Sandro Mabel (PMDB-GO) que entregou uma carta pedindo demissão.

Do G1:


Em menos de 24 horas, o presidente Michel Temer perdeu dois assessores importantes do seu núcleo mais próximo no Palácio do Planalto. Tadeu Filippelli foi exonerado nesta terça-feira (23) após ser preso pela Polícia Federal (PF) acusado de envolvimento no esquema de superfaturamento das obras do estádio Mané Garrincha, em Brasília. No mesmo dia, o empresário e ex-deputado Sandro Mabel (PMDB-GO) – importante articulador do presidente no Congresso Nacional – entregou uma carta a Temer pedindo demissão.

Os dois assessores despachavam no terceiro andar do Palácio do Planalto, mesmo pavimento do gabinete presidencial.

(…)

Além de Filippelli e Mabel, Temer perdeu, nos últimos meses, o amigo e assessor José Yunes – citado na delação de um dos ex-dirigentes da Odebrecht – e, mais recentemente, o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR).

Afastado da Câmara por ordem do Supremo Tribunal Federal (STF), Rocha Loures ocupava, nos primeiros meses do governo Temer, uma sala no Palácio do Planalto ao lado de Tadeu Filippelli. Em março, ele assumiu mandato de deputado na vaga do atual ministro da Justiça, Osmar Serraglio, e agora foi citado na delação do dono da JBS Joesley Batista.

(…)


Deixe um Comentário!