Brasil

Índios atacados no Maranhão são os verdadeiros donos da terra

Índios atacados no Maranhão são os verdadeiros donos da terra

Índios atacados no Maranhão são os verdadeiros donos da terra

Documentos da Coroa Portuguesa que datam do século XVIII comprovam a propriedade das terras ocupadas pelos índios Gamela, no Maranhão.

Nossa Política reproduz discurso do deputado Zé Geraldo (PT-PA), que apresentou os documentos históricos.

“Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, primeiramente, queria lamentar o posicionamento do Ministro da Justiça, que, na minha avaliação, mais tem incitado a violência do que agido como Ministro da Justiça.

Sobre a greve geral, que foi um dos maiores movimentos de protesto dos trabalhadores deste País, ele disse ter sido pífio. Agora, sobre o conflito entre índios e posseiros no Maranhão, ele afirmou haver supostos índios. Eu acho que ele é um suposto Ministro.

Eu quero aqui mostrar ao povo brasileiro — vou passar este documento para a Imprensa Nacional — que estou aqui com um ofício que veio de Portugal em 1784, no dia 28 de outubro. Este ofício tinha como destinatários o Governador do Maranhão, na época Governador e Capitão-General do Maranhão e do Piauí, José Teles da Silva, e o Secretário de Estado da Marinha e Ultramar, Martinho de Melo e Castro, informar a descida dos índios gamela do sertão para a vizinhança para da Vila de Viena, que naquele tempo era uma vila. Está aqui a carta escrita a punho. Foi a primeira sesmaria dada aos índios brasileiros, ou seja, os primeiros índios do Brasil que tiveram a doação de uma sesmaria foram os índios gamela no Maranhão, e o Ministro vem falar em supostos índios.

O que o Ministério da Justiça e o Governo brasileiro têm que fazer é mediar, é arbitrar, é cuidar desses conflitos, têm que demarcar as terras indígenas, onde há terras indígenas, mas nós também precisamos cuidar das famílias que estão lá há 30 ou 40 anos, uma forma de o Governo indenizar e propor outra terra. O Governo Lula tinha iniciado um processo, inclusive de busca de dinheiro, de um fundo de indenizações para a FUNAI também poder indenizar. Portanto, eu quero lamentar isso.

Está aqui a prova, Sr. Ministro. Se V.Exa. não sabia, está aqui a carta, está aqui um ofício de 1784, e V.Exa. falar em supostos índios é uma vergonha nacional. Eu acho que V.Exa. é um suposto Ministro.

Índios atacados no Maranhão são os verdadeiros donos da terra

Eu estou pedindo aqui, através de um requerimento, que criemos uma comissão externa sem ônus para a Casa, para se dirigir ao Município e podermos também, como Parlamentar, acompanhar isso de perto e dar a nossa contribuição desses conflitos.

Sr. Presidente, peço a V.Exa. a divulgação do meu pronunciamento nos meios de comunicação da Casa e em A Voz do Brasil.

Vou passar esses documentos históricos à imprensa e aos Parlamentares que quiserem tomar conhecimento deste documento.

Era isso, Sr. Presidente.”

Para acessar os mapas e manuscritos clique aqui.

1 Comentário

  • Respeito às populações originárias do país! Aliás, respeito das classes dominantes para com a população é o que falta. O sr. Serraglio, apanhado em negociatas para aumentar lucro de atravessadores em detrimento do alimento da população, que legitimidade tem para falar a nós, que trabalhamos e produzimos os bens materiais e imateriais deste país?

Deixe um Comentário!