Notícias

Em jantar do PMDB, Renan diz que “Temer não tem para onde ir”

Em jantar do PMDB, Renan diz que “Temer não tem para onde ir”

Em jantar do PMDB, Renan diz que “Temer não tem para onde ir”

Renan Calheiros rompeu definitivamente com o governo de Michel Temer. Em jantar do PMDB, disse que “Temer não tem para onde ir”.

Saiu no Uol:


O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), considera difícil a situação do presidente Michel Temer no governo. “Diziam que a [ex-presidente] Dilma [Rousseff] não tinha para onde ir, e o [presidente Michel] Temer não tem para onde ir”, disse Renan a aliados na noite desta terça-feira (5), segundo parlamentares que participaram do jantar da bancada na casa da senadora Kátia Abreu (PMDB-TO), em Brasília.

No encontro, que contou com a presença de pouco mais da metade da bancada – a maior da Casa, com 22 parlamentares – alguns senadores teriam reclamado da pressão feita pelo Palácio do Planalto pela aprovação da reforma da Previdência. A avaliação é de que a cúpula do governo, o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral) não “entende” a situação dos congressistas porque não “depende” do voto popular.

“Nenhum deles é candidato a nada e nas últimas eleições que disputaram perderam. Agora querem cobrar dos parlamentares. Estão pedindo o que não vão ganhar”, afirmou um peemedebista que participou do jantar. “É terrível o que querem impor ao Congresso. O povo não quer [as reformas], e os congressistas vivem de voto. Estão propondo suicídio político”, avaliou o senador Roberto Requião (PMDB-PR).

Nas últimas semanas, Renan tem subido o tom contra as reformas. Ontem, ele chegou a dizer que, “se continuar como está, o governo vai cair para um lado e o PMDB para o outro”. Para Raimundo Lira (PMDB-PB), que participou da confraternização, esta é uma posição pessoal de Renan. “Não vejo nenhum grupo dentro do PMDB pensar dessa forma. Até porque a reforma [da Previdência] está cada dia mais tendo possibilidade de ser amenizada”, considerou.

(…)


1 Comentário

  • Vá ou não a qualquer lugar, o fato é que Temer já entregou boa parte das riquezas do país e jogou pás de cal no futuro de muitos dos brasileiros. Acabou com a educação, com o SUS, o mais médico, com boa parte da Petrobrás, com as empresas de engenharia, está minando o Banco do Brasil. Enfim, após si, que venha o dilúvio, pois o Brasil será mais um paisinho periférico, a esperar migalhas do hemisfério norte (para alegria do Dallagnol).

Deixe um Comentário!