Mundo

Vídeo: Polícia invade sede de partido no Paraguai e mata militante

Vídeo: Polícia invade sede de partido no Paraguai e mata militante

Vídeo: Polícia invade sede de partido no Paraguai e mata militante

O militante dos Juvenis Liberais, Rodrigo Quintana, foi executado após invasão da polícia paraguaia à sede do partido na madrugada de sábado (1).

Do Globo:


O procurador-geral do Estado, Javier Díaz Verón, disse que já existem provas concretas de que o ativista do partido liberal Rodrigo Quintana foi assassinado. Ele exibiu um vídeo de circuito interno mostrando o momento que policiais invadem, atirando, a sede do grupo de ativistas Juvenis Liberais, onde várias pessoas estavam reunidas, na madrugada deste sábado.

 Todos saem correndo, mas um homem, que seria Quintana, cai em seguida — exatamente aos 37 segundos do vídeo. Neste sábado, o presidente paraguaio, Horacio Cartes, demitiu o ministro do Interior, Tadeo Rojas, e o comandante da polícia nacional, Críspulo Sotelo.

Ao mesmo tempo, o médico forense do Ministério Público Pablo Lemir disse que Quintana foi atingido por um único tiro de escopeta e teve morte quase instantânea. E, inclusive, mostrou a bala que teria atingido o ativista.

Agora, as autoridades querem identificar o autor do disparo que matou Quintana. Vários suboficiais da polícia já foram detidos. Os principais são Arnaldo Andrés Baez, Gustavo Florentín, Ever Benítez, Jorge Ramírez e Guido Amarilla, todos da divisão anti-distúrbios.

A princípio, Gustavo Florentín foi apontado como o autor do disparo. Mas as autoridades disseram que ainda vão analisar todas as evidências minuciosamente antes de acusar de fazer uma acusação formal.


Deixe um Comentário!