Notícias

Odebrecht entrega registro de jantar com Aécio

Odebrecht entrega registro de jantar com Aécio

Odebrecht entrega registro de jantar com Aécio

Marcelo Odebrecht entregou à Operação Lava Jato documentos que comprovariam a realização de pagamentos a Aécio Neves (PSDB).

Saiu no Zero Hora:


Marcelo Odebrecht, delator e herdeiro do grupo que leva seu sobrenome, entregou à Operação Lava-Jato documentos para tentar comprovar a realização de pagamentos ao PSDB a pedido do presidente da sigla, senador Aécio Neves (MG). O ex-presidente da construtora apresentou ao Ministério Público Federal (MPF) registros da portaria do condomínio onde mora em São Paulo para demonstrar que o tucano o visitou para tratar de apoio financeiro.

Réu na Lava-Jato e preso desde 19 de junho de 2015, o empreiteiro disse que Aécio jantou em sua casa em 26 de maio de 2014, no qual teria acertado “pagamentos mensais para o PSDB” em 10 parcelas. Os documentos têm a placa do veículo do tucano e o horário em que ele entrou no condomínio, às 20h50min.

— Pelo que me recordo, foi no montante de R$ 500 mil para bancar os gastos de pré-campanha. Eram valores relevantes de pré-campanha para 2014 e que foram operacionalizados ou pagos ao PSDB, antes da abertura do comitê dele, ou por caixa 2 — disse Marcelo.

Os documentos entregues por Marcelo constam em um dos cinco inquéritos autorizados pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), em decorrência da delação da Odebrecht.

A assessoria de imprensa do senador tucano negou que Aécio tenha tratado “de qualquer tema ilícito” nos “diversos encontros sociais” que teve com Marcelo. Com relação ao registro da portaria, a assessoria disse que ele não possibilita afirmar que teriam sido acertados, naquele dia, “pagamentos mensais para o PSDB, antes de a campanha presidencial ter se tornado oficial”.


2 Comentários

  • Este aí até a Globo o abandonou, está em descrédito, suas falácias não o salvarão, vai espernear, clamar, gritar, vai culpar terceiros por sua situação, mas no final vai ser preso temporariamente, em seguida julgado e condenado, encerrando em fim o seu ciclo de playboy. THE END

  • Mas, se é prova contra o sr. Aécio, não vale! A Lava Jato, infelizmente, se mostra a face jurídico-midiática do antipetismo. O objetivo é por o PSDB no poder, destruindo o PT, óbvio. Estamos denunciando isso todos os dias.

Deixe um Comentário!