Notícias

Gilmar ‘pesará crise’ ao decidir sobre cassação de Temer

Gilmar ‘pesará crise’ ao decidir sobre cassação de Temer

Gilmar ‘pesará crise’ ao decidir sobre cassação de Temer – Foto: Antonio Cruz/ABr

Gilmar Mendes, aquele que janta e viaja com Michel Temer, afirmou que deve considerar a crise e as consequências ao julgá-lo.

Do Uol:


Às vésperas do julgamento da chapa Dilma-Temer no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o presidente da corte, Gilmar Mendes, afirmou nesta segunda-feira (3) que as crises política e financeira do país serão levadas em conta na decisão que poderá cassar o mandato do presidente Michel Temer.

 “É um julgamento complexo. E, certamente, o tribunal terá que fazer análise de toda ordem”, disse em São Paulo, antes de iniciar uma aula inaugural na faculdade IDP (Instituto Direito Público). O magistrado é um dos proprietários da unidade educacional.

Sobre a possibilidade de algum ministro do TSE pedir vista do processo, Mendes afirmou que “se houver questões preliminares, não pode haver uma antecipação de voto”. Ele também se recusou a fazer uma previsão de quanto tempo levará o julgamento.

“Questões preliminares”, às quais Gilmar se refere, podem ser pedidos de vista dos ministros, para que possam analisar por mais tempo o processo, ou solicitações das defesas para que tenham mais tempo para se manifestar sobre o relatório já apresentado pelo ministro Herman Benjamin, o relator da ação no TSE.

“Em geral, o tribunal é muito cauteloso nessas questões. Veja que nós temos outros processos, mais dois processos de cassação de governadores, e os relatores que se debruçaram sobre o tema trouxeram seu voto, que é o caso do Tocantins, e é o caso do Amazonas e, em seguida houve pedido de vista”, disse o ministro. “Certamente, todos se apressam. Em geral, não há pedido de vistas a perder de vista, mas nós estamos falando de um relatório de 1.086 páginas, de um processo de dezenas de milhares, estamos falando de um processo complexo”.


Deixe um Comentário!