Escavadeira

Sérgio Moro: A história do juiz que não engaiola tucanos

Sérgio Moro: A história do juiz que não engaiola tucanos

Sérgio Moro: A história do juiz que não engaiola tucanos

O enredo deste conto nada infantil retrata a história de um juiz que fez na Lava Jato tudo o que não fez no Banestado.

Era uma vez um juiz chamado Sérgio Moro que julgou os processos do Banco do Estado do Paraná (Banestado). Assim como na Lava Jato, o caso do Banestado teve uma força-tarefa, investigadores, procuradores, delatores, grupos empresariais e empreiteiras.

Mas no cerne da investigação estavam políticos do PSDB, tucanos de pura linhagem que tiveram os seus crimes prescritos pela Justiça. A mídia, que não sentiu o fragor investigativo que a tomou durante o auge da Lava Jato, ignorou figuras como Alberto Youssef, Marcos Valério, Toninho da Barcelona e Nelma Kodama.

Em números exatos, o caso do Banestado coloca a Lava Jato no chinelinho. As remessas ilegais para o exterior, através de lavagem de dinheiro, aproximaram-se dos 134 bilhões de dólares. Ou mais de meio trilhão de reais em valor presente. Para ser exato, 520 bilhões.

[in_article]

Até um falso grampo no gabinete do ministro Gilmar Mendes serviu de pretexto para melar a operação contra o banqueiro Daniel Dantas, que, aliás, operava uma das contas-ônibus no escândalo do Banestado.

O tucano Antero Paes de Barros,  presidente da CPI do Banestado, tentou proteger os próceres do partido e aliados citados na investigação. Uma conveniente briga entre José Mentor (PT-SP) e Barros marcou o encerramento da apuração no Congresso em dezembro de 2004. No ano seguinte, um novo escândalo, o “mensalão”, sepultaria de vez o interesse pelas contas ilegais no exterior.

Passado o escândalo, nenhum juiz, procurador ou investigador do Banestado recebeu as benesses de Sérgio Moro: ser alçado às glórias do heroísmo.

Com informações da CartaCapital.

7 Comentários

  • PASMEM: 45 TELEFONEMAS DE AÉCIO A GILMAR MENDES. Dois jagunços “COMPADRES” combinando a blindagem dos crimes tucanos e impedir depoimento de Aécio na Polícia Federal nos casos das delações na Lava Jato, no Esquema de Furnas, Mensalão Tucano, contrabando de nióbio com CBMM e BHP SAMARCO e na extorsão e roubo de malas de dinheiro

    ESSE JUIZECO TUCANO NÃO CONCURSADO E SEM OAB, É UM AGENTE DA CIA, TREINADO PELA CIA PARA DESMONTAR A INDÚSTRIA NACIONAL E ENTREGAR AS RIQUEZAS MINERAIS E PETROLÍFERAS DO BRASIL, ESSE PAVÃO DE CURITIBA (COM PASSADO SUJO COM YOUSSEF E ÁLVARO DIAS E OSMAR DIAS E GIANOTTO MARINGÁ) É PARENTE DOS FUNDADORES DO PSDB NO PARANÁ, OS DONATÁRIOS DO PODER NO ESTADO CONIVENTES COM A CORRUPÇÃO EM MARINGÁ DESDE OS ANOS 1990: OSVALDO MALUCELLI MORO E JOEL MALUCELLI, PARENTES DE SERGIO MORO, SÃO SUPLENTES DOS IRMÃOS TUCANOS MEGA CORRUPTOS ÁLVARO DIAS E OSMAR DIAS (ELES ALUGARAM O AVIÃO A JATO DE ALBERTO YOUSSEF ENTRE 1998 E 2010 E USARAM 500 MILHÕES DE REAIS DESVIADOS AD PREFEITURA DE MARINGÁ E MATARAM O “LARANJA” O SECRETÁRIO DAS FINANÇAS LUIS ANTONIO PAOLICCHI MORTO EM 2013 PARA QUEIMA DE ARQUIVOS DO PSDB DO PARANÁ.
    OS PARENTES DE SERGIO MORO SÃO DONOS DO MAIOR BANCO DO ESTADO (PARANÁ BANCO), JOEL MALUCELLI É TAMBEM DONO DA CONSTRUTORA J MALUCELLI QUE CONSTRUIU A USINA DE BELO MONTE PAGANDO PROPINAS (E FICOU FORA DA LAVA JATO) E TAMBÉM DONO DA REDE GLOBO DO PARANÁ E DONO DA BAND NEWS EM SOCIEDADE COM AS FAMÍLIAS MARINHO E JOÃO SAAD NO PARANÁ. SERGIO MORO FOI A PEÇA PRINCIPAL PARA SOLTURA DOS DOLEIROS ALBERTO YOUSSEF E OLGA YOUSSEF EM 1997, 1999 E 2002 NAS PRISÕES DA “OPERAÇÃO MACUCO” E NA BLINDAGEM DOS 300 POLÍTICOS DEMO TUCANOS E DO PMDB/PP/PPS/PRB ENVOLVIDOS NO ESCÂNDALO BANESTADO.

  • Vcs são tão ignorantes que culpar um juiz, pra defender ladroes do PT, e todos outros partidos, que surrupiaram nossos, seus impostos, por um caso que uma CPI fechou sem culpados, como o fizeram muitas vezes. Mas não percebem ou fingem q não, o PSDB é um partido de cunho socialista, que nada mais é do que um parceiro petista, aliás, o PT se prostitui à quem pagar mais. Me dá asco, ânsia, pois me lembra o partido Nazista que veio da união entre socialistas e sindicalistas. Uma tragédia, bem ao gosto dos ditadores da AmLat. Doutrinar o povo, eliminar inimigos do comunismo, da ORCRIM, gerar pobreza comfortavel, com cultura pão e circo, fazer a festa de propinas e inchar o governo de vagabundos é o mote dos vermes. Morte à todos!

  • Mais que evidente a imparcialidade desse juiz. Inclusive os promotores federais do caso não ficam atrás. Visam holofotes a pretexto de exercer justiça.
    Qualquer folha que caia na conchinchina estão na mídia dizendo que é tentativa de instruir a lava jato.

  • Roberto Lima, é que o JUÍZÉCO em questão, na qualidade de CANALHA, e PRESIDENTE DA SOCIEDADE PROTETORA DOS ANIMAIS, não pode prender TUCANOS, ainda que os mesmos ROUBEM, MINTAM, TRAFIQUEM E QUEBREM O PAÍS. Justiça na REPUBLIQUETA DE CURITIBA, só é feita CONTRA O PT. Por isso nós caminhamos a passos largo para o FUNDO DO POÇO.

  • NÃO VOTO NO CIRO GOMES, MAIS ACHO ELE UM HOMEM FORTE QUE DIZ NA CARA DESSE CANALHA DO MORO A VERDADEIRA POSIÇÃO DELE (MORO), É UM FASCISTA!!! PARA MIM NÃO SÓ FASCISTA MAS CRIMINOSO ALIENADO AO PARTIDO QUE SEU PAI FOI CRIADOR EM CURITIBA O PSDB, E POR ELE PRÓPRIO TER AMIZADE COM A QUADRILHA CRIMIINOSA QUE ESTA TODOS ERROSCADO ATÉ O PESCOÇO, EU PERGUNTO ISSO É JUIZ??? PARABÉNS CIRO GOMES!!!

  • ESSE É O MAIOR CANALHA JÁ VISTO NESTE PAIS!!! DE JUIZ ELE NÃO TEM NADA, EXEMPLO: PARA SER JUIZ É PRECISO TER EM PRIMEIRO LUGAR BOM CARÁTER, IMPARCIALIDADE, NÃO TER AMIZADE COM O CRIMINOSO, JULGAR REALMENTE OS FATOS VERDADEIROS PELAS PROVAS CONCRETAS EM MÃOS E ASSUMIR UMA POSTURA DE JUSTIÇA FIRME A TODOS. E NÃO UM CANALHA COMO ESSE CRIMINOSO QUE QUER HOLOFOTES PARA SI COM ESSA FALINHA ABAITOLADA!!

Deixe um Comentário!