Blog do Mailson Ramos Política

A imprensa golpista já pediu a cabeça de Lula

A imprensa golpista já pediu a cabeça de Lula

A imprensa golpista já pediu a cabeça de Lula – Foto: Heinrich Aikawa/ Instituto Lula

A imprensa golpista decretou que Lula não poderá ser candidato à presidência da República, em 2018; é que ela se antecipa à Justiça.

A imprensa golpista já decretou que Lula não pode ser candidato em 2018. A sanha nas redações da grande imprensa é para que o projeto neoliberal de Michel temer siga seu curso mesmo depois de 2018.

Para isso, Estadão e Folha deram a voz: Lula tem que ser impedido.

A sua prisão não interessa mais. Não interessa que ele seja detido e exposto como um detento – a própria mídia sabe que as acusações contra Lula são tão frágeis e sem base que a ilegibilidade se tornou o ponto crucial da empreitada.

Daqui até outubro de 2018 o grosso caldo da imprensa golpista não vai sossegar até que os virtuosos justiceiros de Curitiba soterrem os planos que ganham cada vez mais coro entre os brasileiros, especialmente aqueles sufocados pela crise amplificada por Michel Temer.

Em outras palavras, o que a mídia envia à Lava Jato são sinais claros de mais espetáculo, PowerPoint e denúncias infundadas contra Lula. É como se dissessem “Vocês nos enviam coisas contra e a gente publica. A gente publica.”

Não há mais o que se esperar de um jornalismo que ignora ‘a sacrossanta verdade dos fatos’, como diria o Mino Carta. A mídia hegemônica, que sempre está a favor dos seus interesses e contra os interesses coletivos – nisso eles são iguais aos políticos que criticam –, traça o roteiro final de uma empreitada que dura mais de trinta anos.

Pelo fim de uma liderança popular icônica, vale tudo.

Vale tudo para tentar destruir um homem que não se envergou aos vendavais das acusações. Para calar a única voz que, mesmo rouca, reverbera os anseios do povo.

5 Comentários

Deixe um Comentário!