Notícias

Friboi: Ministro da Justiça é citado em investigação da PF

Friboi: Ministro da Justiça é citado em investigação da PF

Friboi: Ministro da Justiça é citado em investigação da PF – Fotos: Beto Barata/PR

Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, investiga venda ilegal de carnes em 38 frigoríficos. Ministro da Justiça, Osmar Serraglio, é citado.

Saiu na Folha:


A Polícia Federal deflagrou nesta sexta (17) a Operação Carne Fraca, com foco na venda ilegal de carnes por frigoríficos, e deverá cumprir 38 mandados de prisão.

Alguns dos principais frigoríficos do país estão na mira da operação, como BRF, dona das marcas Sadia e Perdigão, e JBS, dona das marcas Seara e Big Frango. A Justiça Federal do Paraná determinou o bloqueio de R$ 1 bilhão das investigadas.

O ministro da Justiça, Osmar Serraglio também é citado na investigação. Ele aparece em grampo interceptado pela operação conversando com o suposto líder do esquema criminoso, chamando-o de “grande chefe”. A PF, porém, não encontrou indícios de ilegalidade na conduta do ministro, que não é investigado.

O objetivo da operação é desarticular uma suposta organização criminosa liderada por fiscais agropecuários do Ministério da Agricultura, que, com o pagamento de propina, facilitavam a produção de produtos adulterados, emitindo certificados sanitários sem fiscalização.

A investigação revelou até mesmo o uso de carnes podres, maquiadas com ácido ascórbico, por alguns frigoríficos, e a re-embalagem de produtos vencidos.

Entre os presos, estão executivos da BRF como Roney Nogueira dos Santos, gerente de relações institucionais e governamentais, e André Baldissera, diretor da BRF para o Centro-Oeste.

Também estão na lista funcionários da Seara e do frigorífico Peccin –um dos que tinha irregularidades gravíssimas, como uso de carnes podres, segundo a PF–, além de fiscais do Ministério da Agricultura.

(…)


4 Comentários

  • Mailson, essa notícia merece melhor apuração. Não tivemos surto de intoxicação alimentar, como deveria ter ocorrido caso a carne podre ou adulterada fosse posta à venda e consumida. Por outro lado, a notícia mata acordos comerciais de exportação e empurra o país mais para a lona. Isso não causa qualquer espécie aos golpistas, mas pode inviabilizar os frigoríficos e o trabalho no país.

Deixe um Comentário!