Blog do Mailson Ramos

Quem vai reparar as injustiças cometidas contra Guido Mantega?

Quem vai reparar as injustiças cometias contra Guido Mantega?

Quem vai reparar as injustiças cometidas contra Guido Mantega? – Foto: Nacho Doce/ Reuters

A PF prendeu Guido Mantega em 22 de setembro de 2016 quando ele acompanhava a mulher, vítima de câncer, no hospital Albert Einstein.

A Polícia Federal prendeu o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega durante a 34ª fase da Operação Lava Jato. Mantega acompanhava a mulher que sofria de câncer no hospital Albert Einstein.

Na tarde daquele mesmo dia, após saber que Mantega foi preso enquanto se encontrava no hospital, Moro reverteu a prisão do ex-ministro. Aquela, entretanto não era a primeira injustiça que se cometia contra Mantega, um dos principais criadores da política social do governo Lula.

Em 24 de fevereiro de 2015 Mantega foi hostilizado no mesmo Albert Einstein, mais uma vez acompanhando a mulher que realizava ali tratamento contra grave doença. Ele foi xingado por uma mulher e depois ofendido por outros presentes com gritos de “Vai para o SUS” e “Vai para Cuba”.

Leia mais sobre:

Em meados de junho de 2015, o ex-ministro da Fazenda foi atacado enquanto almoçava no restaurante Trio, na Vila Olímpia. As ofensas vieram de um cliente do restaurante que o chamou de “ladrão”, “palhaço” e “sem-vergonha”.

No Brasil onde o ódio foi alimentado pela perversidade da mídia – aquela que é capaz de acusar enquanto dá uma informação – Mantega foi vítima de injustiças monumentais. E hoje o que resta é uma decisão da Justiça Federal de exclui-lo de investigação.

E agora?

Quem vai reparar as injustiças cometidas contra Guido Mantega? Será a grande mídia? Será o Sérgio Moro e a Polícia Federal? Quem vai ressarcir os danos à sua honra? Ou nos tornamos um país onde as honras são manchadas e fica por isso mesmo?

Deixe um Comentário!