Notícias

Como Michel, Serraglio também é Cunha

Como Michel, Serraglio também é Cunha

Como Michel, Serraglio também é Cunha – Foto: Alex Ferreira/Câmara dos Deputados

Osmar Serraglio foi alçado à presidência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara depois de se aproximar de Eduardo Cunha.

Diz matéria do Estadão que Osmar Serraglio defendeu ‘anistia’ para Eduardo Cunha. Ele era um dos adeptos da ideia de que Cunha, como responsável por destravar o processo de impeachment contra Dilma Rousseff.


Atual presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, o deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), anunciado nesta quinta-feira, 23, pelo presidente Michel Temer como novo ministro da Justiça, foi alçado no ano passado a um dos principais cargos do Congresso depois de se aproximar do hoje deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Orientado por Cunha – então presidente da Câmara –, um grupo aliado do peemedebista conseguiu, à época, tirar do páreo Rodrigo Pacheco (PMDB-MG) – que atualmente chegou a ser cotado para o Ministério da Justiça – e emplacou Serraglio. A expectativa era de que o deputado do Paraná ajudasse Cunha a protelar o processo de cassação na CCJ.

Isso ocorreu quando Serraglio escolheu Ronaldo Fonseca (PROS-DF) para relatar o recurso que Cunha havia impetrado para barrar o andamento do processo por quebra de decoro parlamentar. Seu relatório acabou beneficiando Cunha. No entanto, como o clima político era muito adverso ao deputado fluminense, não foi possível livrá-lo do processo de cassação. Serraglio fez parte de um grupo de deputados que defendiam “anistia” a Cunha por ele ter destravado o impeachment de Dilma Rousseff.

(…)


Deixe um Comentário!