Notícias

O show de João Doria, o gari

O show de João Dória, o gari

O show de João Dória, o gari – Foto: Reprodução

O prefeito de São Paulo, João Doria, até se vestiu de gari como pedia a campanha; posou para fotos, mas não varreu o lugar escolhido porque já estava limpo.

Do Globo:

Doria se veste de gari para lançar programa de limpeza, mas não varre a rua

O novo prefeito de São Paulo, João Doria, vestiu um uniforme de gari na manhã desta segunda-feira e escolheu o centro da cidade para lançar um programa de limpeza e zeladoria urbana, o Cidade Linda. Antes das 6 horas, secretários, dirigente de empresas de lixo e varredores esperavam Doria na praça 14 Bis, próxima à avenida Paulista. Contrariando o que havia sido anunciado pela equipe do prefeito de que ele se juntaria ao grupo de garis e varreria calçadas na região, o tucano pegou na vassoura apenas para posar para os fotógrafos e cinegrafistas. A maior parte da primeira agenda pública do novo prefeito foi concedendo entrevistas.

A praça e arredores da ação midiática recebeu uma limpeza antes da chegada de Doria. Moradores e funcionários do comércio local relataram que ainda na madrugada caminhões lavaram ruas e calçadas. O lixo foi coletado e lixeiras novas instaladas. Caminhões de coleta de lixo ficaram enfileirados na rua.

– Eu estranhei que passaram jogando água na rua três vezes durante a noite. Então foi porque ele vinha aqui – disse o balconista de uma farmácia 24 horas que não quis se identificar.

Não é a primeira vez que um prefeito paulistano recorre a ações de zeladoria como marketing de governo. Em 2001, Marta Suplicy, hoje senadora pelo PMDB, criou o programa “Belezura” dias após tomar posse. A limpeza naquele ano começou pelo Estádio do Pacaembu. A ação foi alvo de uma manifestação de jovens que pediam atenção da prefeitura também com a periferia.

Doria garantiu que a operação limpeza não será pontual e que chegará também aos bairros pobres da cidade.

– Em março já teremos ações nas zonas leste e sul – afirmou Doria

Apesar da faxina no primeiro dia de governo, um dos maiores problemas da região contrastava com a confusão de máquinas e veículos modernos na área de limpeza pública levados ao local pela prefeitura. Barracas e carroças de moradores de rua tomavam as calçadas e os baixos do viaduto sobre a praça. Doria não circulou por esse lado da rua.

A assessoria de imprensa da prefeitura responsabilizou o assédio ao prefeito pela agenda confusa e não cumprida conforme o anunciado. Ela informou que Doria esteve na região algumas vezes sem a imprensa para fazer um diagnóstico dos problemas.

(…)


3 Comentários

  • João, TRABALHADOR, cumpre promessa de campanha, e tira FOTOS COM ROUPA DE GARI, chegou ao TRABALHO, as 5,49 horas e saiu as 10 para as 6, esse será o horário de expediente, do GARI, o que dará 365 minutos por ano. E ainda reclamou da SONINHA FRANCINE, que chegou atrasada, por conta de uma PANE em sua LAMBRETA. Sua próxima missão será ensinar o pessoal, como BATER UM PREGO EM UMA BARRA DE SABÃO.

  • Independente de partido político, tomara que este aí seja um bom prefeito e faça a diferença pra São Paulo, a cidade merece e os paulistanos mais ainda. Agora se for só mais um ladrão e corrupto, a cidade não merece, e os paulistanos mais uma vez enganados, os exemplos já estão no próprio presidente do seu partido e na administração do estado de São Paulo, todos envolvidos em denúncias de corrupção.

Deixe um Comentário!