Brasil Notícias

Aqui jaz… Odebrecht

Aqui jaz... Odebrecht

Aqui jaz… Odebrecht – Foto: Reprodução

Uma das maiores empresas brasileiras sucumbiu aos escândalos de corrupção e o apelo midiático negativo causado pela Lava Jato.

Saiu no Valor:


No esforço de sobreviver à Operação Lava-Jato, os próximos passos planejados pela Organização Odebrecht são movimentos que há alguns anos eram imponderáveis dentro do grupo. A família, que dá nome à companhia – e assim vai continuar a ser – não terá mais nenhum participante na administração. Não haverá familiares nem na presidência dos conselhos de administração do grupo, nem na presidência executiva.

Depois que Emílio Odebrecht deixar a presidência do colegiado da holding Odebrecht S.A. (ODB), dentro de aproximadamente dois anos, apenas profissionais devem ser indicados pela família. Esses representantes sequer serão maioria. O objetivo é que o conselho seja predominantemente formado por independentes. A estrutura final ainda está sendo desenhada.

Newton de Souza, presidente da ODB, explicou ao Valor que a família terá um papel de investidora e não mais de gestora direta. “Emílio está tomando as providências no âmbito da Kieppe (veículo pelo qual a família Odebrecht controla o negócio) para que todas essas práticas e políticas sejam lá documentadas”, disse ele.

Não menos emblemático é o plano, em gestação, de abrir o capital da Odebrecht Engenharia e Construção (OEC). Esse é um projeto para 2018, mas que o grupo considera relevante para retomar a confiança do mercado – de clientes e fornecedores de crédito. Listar ações na BM&Bovespa seria uma forma de prestar contas à sociedade e ser mais transparente.

(…)


Deixe um Comentário!