Notícias

Reforma do gabinete de Jucá custará R$ 283 mil ao Senado

Reforma de gabinete de Jucá custará R$ 283 mil ao Senado

Reforma do gabinete de Jucá custará R$ 283 mil ao Senado – Foto: Reprodução

O Senado celebrou contrato de R$ 283 mil com a empresa JDC Engenharia para a execução de reforma no gabinete do senador Romero Jucá.

Saiu no O Tempo:


Senado pagará R$ 283 mil por reforma no gabinete de Romero Jucá

O Senado Federal celebrou contrato de R$ 283 mil com a empresa JDC Engenharia para a execução de reforma no gabinete do senador Romero Jucá (PMDB-RR). O extrato do contrato está publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (7).

O serviço foi contratado por meio de pregão eletrônico e prevê “fornecimento de insumos e serviços comuns de engenharia para reformas e obras no Complexo Arquitetônico do Senado Federal (Reforma no Gabinete do Senador Romero Jucá)”. Jucá foi recém-escolhido pelo presidente Michel Temer para substituir a senadora Rose de Freitas (PMDB-ES) na vaga de líder do governo no Congresso.

Além do gabinete de Jucá, a edição desta segunda do Diário Oficial traz extratos de outras obras no Senado. Uma reforma no Plenário da Comissão 09 da Ala Alexandre Costa, por exemplo, custará R$ 81 mil e uma outra no Plenário das Comissões 13 será de R$ 76 mil.

O gabinete do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) também passará por reforma e o custo será de aproximadamente R$ 33 mil

Todos esses contratos foram celebrados com a empresa JDC Engenharia e, de acordo com os extratos divulgados, as notas de empenho das despesas foram emitidas em dezembro.


[color-box color=”white”]NP

 

 

A PEC 241 chegou ao Senado depois de ter passado feito um furacão pela Câmara. A ânsia dos parlamentares pela aprovação de um teto de gastos e um congelamento criminoso de investimentos ao longo de 20 anos na Saúde e na Educação colocam às camadas mais pobres da população um desafio extremo.

Mas este desafio parece não alcançar os privilégios da classe política – e do judiciário que, mesmo de barriga cheia, anda com um pires na mão.

O desfio de contenção de gastos também não chega no Executivo, basta ver os nababescos jantares preparados por Temer para encher os olhos dos parlamentares que aprovaram a PEC 241 na Câmara. É simbólico que para conter gastos, os políticos estejam gastando sobremaneira. [/color-box]

2 Comentários

Deixe um Comentário!