Notícias

Ministro da Educação e o “lanchinho” de R$ 200 mil

Ministro da Educação e o “lanchinho” de R$ 200 mil

Ministro da Educação e o “lanchinho” de R$ 200 mil – Foto: Wilson Dias/ABr

Em plena crise e contenção de gastos, o MEC quer gastar até R$ 198 mil para ministro da Educação, Mendonça Filho, lanchar em voos da FAB.

Saiu na Época:


Mesmo com crise, MEC quer gastar até R$ 198 mil para ministro lanchar em voos da FAB

Pressionado pelas ocupações nas escolas, fraudes no Enem e cortes orçamentários, o Ministério da Educação planeja “aumentar a eficiência” do ministro Mendonça Filho com gastos de até R$ 198 mil por ano para que ele e sua equipe possam lanchar enquanto voam nos jatinhos da Força Aérea Brasileira (FAB).

O MEC divulgou na semana passada um edital de licitação para fornecer serviços de alimentação, 24 horas por dia, sete dias por semana, nos voos de Mendonça Filho. Segundo o documento, é preciso aumentar o “conforto” de Mendonça Filho nos voos. “Esta contratação tem como objetivo possibilitar ao MEC viagens aéreas mais confortáveis e com recursos próprios quando da utilização em aeronaves, prover também alimentação e serviços de bordo às aeronaves que atendem ao Senhor Ministro da Educação”. O pregão será no fim do mês.

O edital afirma ainda que fornecer comida ao ministro é, também, uma forma de fazer o MEC cumprir sua “função institucional”. E, claro, garantir que Mendonça Filho viaje com mais tranquilidade e sem estresse. “Na dinâmica das viagens de avião, existe um momento que cabe o fornecimento de refeições para o Senhor Ministro e sua comitiva e que este fornecimento proporciona diversas vantagens como tranquilidade, menor nível de estresse, disponibilização de boas condições de trabalho, fornecimento de água, dentre outras vantagens onde também sabe-se que no transcurso do voo não se tem como adquirir alimentos e bebidas pois são aeronaves de uso restrito, daí a contratação de empresa especializada nestes serviços aeroviários é uma maneira de cumprir as funções institucionais.”

(…)


1 Comentário

  • O avião desse pessoal deveria cair com todos eles dentro, já antecipando aos mesmos uma feliz aterrissagem. São mais dos mesmos, nada mudou, muda ou mudará.

Deixe um Comentário!