Notícias

Geddel admite ter tratado de assunto pessoal com Calero

Geddel admite ter tratado de assunto pessoal com Calero

Geddel admite ter tratado de assunto pessoal com Calero – Foto: ABr

Geddel Vieira Lima rebateu a guerra de versões sobre a saída do colega alegando ter aparecido “uma verdade dentre muitas inverdades”. 

Saiu no Estadão:


Geddel admite tratar questão pessoal com Calero, mas nega pressão

Acusado pelo ex-ministro da Cultura Marcelo Calero de tê-lo pressionado a mudar relatórios do Iphan para liberar uma obra onde tem apartamento na Bahia, o ministro de Governo, Geddel Vieira Lima, rebateu a guerra de versões sobre a saída do colega alegando ter aparecido “uma verdade dentre muitas inverdades”.

Geddel confirmou à Coluna ter tratado do tema com Calero e admitiu ter comprado, em 2015, o apartamento no 23° andar, negando que tenha feito algum tipo de pressão. “Essa história está mal contada.

Como justificar o pedido de demissão se ele foi prestigiado na posição dele? Ele poderia ter se sentido constrangido se tivesse sido forçado a tomar uma posição que não quisesse”, rebateu. O jornal Folha de São Paulo publicou na edição deste sábado, 19, uma entrevista em que Marcelo Calero acusa Geddel de pressioná-lo.

O ministro de Governo, que pode ser investigado pela Comissão de Ética Pública da Presidência, justificou não ter conhecimento da insatisfação de Calero ao dizer que uma das razões para a saída dele seria um relatório do Iphan, que pedia o veto presidencial à lei aprovada pelo Senado, na semana passada, que transformou a vaquejada em patrimônio imaterial cultural do Brasil.

(…)


Deixe um Comentário!