Notícias

Primeiro ministro japonês esculacha a Lava Jato

Primeiro ministro japonês esculacha a Lava Jato

Primeiro ministro japonês esculacha a Lava Jato – Foto: Beto Barata/PR

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, foi bastante duro e direto com Michel Temer. Para ele a Lava Jato trouxe prejuízos bilionários ao Japão.

A informação foi publicada na Folha de S.Paulo:


A Folha apurou que, na reunião de trabalho com Temer, que ocorreu sem a presença da imprensa, o primeiro-ministro japonês (Shinzo Abe) foi bastante direto e duro.

As queixas se concentram nos prejuízos bilionários sofridos por empresas japonesas que investiram em projetos (da) indústria naval, óleo e gás e energia, todos afetados pela operação Lava Jato.

A Kawasaki, maior fabricante de navios, trens e outros maquinários pesados do Japão, declarou perdas de R$ 760 milhões com o Estaleiro Enseada, em que tem sociedade com as empreiteiras Odebrecht, OAS e UTC.

(…)


[color-box color=”white”]NP

 

 

Aqui no Brasil, os idólatras de Sérgio Moro mal repararam que a Lava Jato dizimou boa parte da indústria naval, de óleo e gás e energia, como aconteceu com algumas empresas japonesas. E se para o Japão foi prejuízo, imagine para o Brasil!

Só que os japoneses, longe da onda midiática brasileira que investiu no quanto pior melhor, resolveram dar uma dura no usurpador Michel Temer. Eles sabem que os políticos que estão no poder são entusiastas (ainda que falsamente) da Operação Lava Jato.

Por onde anda, Temer recebe o reflexo da usurpação e do governo de corruptos que montou. Por onde passa encontra resistências, ainda que a diplomacia procure dirimi-las. Bom, todo castigo para este os golpistas é pouco! [/color-box]

8 Comentários

  • Punir sim, os responsáveis pelas empresas, agora as empresas em si, não, porque elas situam-se possivelmente dentro de contratos de parcerias público privado, que geram empregos, divisas ao país e lucros aos seus sócios estrangeiros.

    • Nada disso… Punir com responsabilidade é bom.
      Esses coxinhas da Leva Jeito não sabem nada de economia.
      Punam as pessoas, não as empresas.
      A Volkswagen na Alemanha teve casos seríssimos com distribuição de propinas à políticos, puniram as pessoas, multaram a empresa mas não a inviabilizaram.

  • Desde quando lucro pra empresas é critério de justiça? Esse tipo de comentário é ultrajante! Faz lembrar o Brasil de antes da Constituição de 88, no qual apenas os pobres iam para a cadeia e os grandes empresários e políticos se safavam.

  • La no Japão não existe, A IMPRENSA CANALHA E GOLPISTA, tipo: GLOBOSTA NEWS, BAND (IDA) NEWS, REVISTALHA INVEJA, QUANTO É, JORNALÉCOS, TIPO :FALHA DE SP, EXCAGÃO, e nem JUÍZ TUCANO, daí o MINISTRO SHINZO ABE, achar o que grande parte dos brasileiros, NÃO GOLPISTAS, acham da VAZA JATO, um MONTE DE ESTRUME, que vai levar o Brasil a banca rota.

Deixe um Comentário!