Notícias

As pérolas de Bia Doria, a primeira-dama de São Paulo

As pérolas de Bia Doria, a primeira-dama de São Paulo

As pérolas de Bia Doria, a primeira-dama de São Paulo

Badalada, a entrevista de Bia Doria à Folha revelou uma questão: se o governo de Doria for tão fútil como a primeira-dama, pobres paulistanos.

A entrevista de Bia Doria, esposa de João Doria Jr, prefeito eleito de São Paulo, repercutiu nas redes sociais no dia de hoje. De Evita Perón a uma declaração de amor ao povão, a artista plástica não economizou em pérolas. De pérolas ela deve entender.

Saiu na Folha de São Paulo:


– “O Minhocão hoje para que serve? Quase nunca fui lá. É tipo um viaduto, né?”

– “Onde é isso? Não conheço. Imagina quem tem filhos no centro. Vão passear onde? Vou falar para o João que lá tem que ser parque.”

– “Imagina como eu ficaria feliz se chegasse uma arrumadeira já sabendo fazer as coisas. Pouquíssimas delas sabem, a não ser as que já passaram por várias casas, mas aí elas vêm cheias de manias.”

“Todos moravam em barracos e nem tinham dentes. Consegui casa para todos eles, dei dentes para eles, dei um plano de saúde bom. Hoje eles se sentem felizes, até se acham artistas porque são meus assistentes.”

– “Sempre me senti uma Evita Perón, porque eu sou mais do povo, eu me sinto do povo”.

– “Eu me dou muito bem com pessoas mais humildes. Às vezes é só um aperto de mão, às vezes elas querem um abraço. É tão pouco o que elas querem.”

– “Se for para colocar esculturas, vão ser de outros artistas, porque senão seria… Como chama isso? Nepotismo?”

– “Fiquei muito triste quando o Lula se elegeu. Até chorei no dia em que ele tomou posse porque tinha certeza que eles iam desfalcar todas as empresas como fizeram”

– “Quando Eduardo Cunha levantou a hipótese de impeachment, dei graças a Deus. Não defendo o Cunha, mas ele tem atitude.”

– “Eu me sinto poderosa porque me dou bem na favela e me sinto bem de salto alto num jantar chiquérrimo da sociedade com talher de prata. Se me der uma enxada, eu me saio muito bem. Se me der um salto alto, também me saio muito bem.”


Em tempo: Será uma personalidade do governo “coxinha” de João Doria.

8 Comentários

  • Em vez de criticar,porque não começar a elogiar,mesmo não sabendo se expressar,mostrou seu lado autêntico,simples,está na hora de começar a olhar melhor nossos compatriotas,só os de fora São valorizados,vamos ser mais otimistas

  • Dória nunca foi empresário. Ou tem empresa produz riqueza gerando recurso e receita para o país. Empresário que organiza evento qualquer Jota Háwila consegue. Ele é um homerm de comunicaçã. Aí sim. Para com essa história de empresário. Se der um barzinho para tocar? Falência, na certa!

  • Já começou a palhaçada. É por isto que não gosto de política, políticos, mesmo porque no Brasil não existe política, mas sim POLITICALHA e pessoas corruptas, mentirosas e egoístas, que só pensam nos próprios bolsos.
    O Dória também é um GRANDISSÍSSIMO MENTIROSO, prometeu mudar a velocidade nas Marginais, agora já está desconversando. É tudo farinha do mesmo saco; não tem HOMEM que preste para consertar esta Cidade. O Haddad, outro FARINHA, disse que São Paulo não está à venda…claro, quem vai querer comprar esse lixão, aterro sanitário em que São Paulo se transformou após os desgovernos desses turcos rabataxos(Maluf,Kassab, Haddad, Youssef). Tudo gringo que acabou com São Paulo e o Brasil, vendido por um “brasileiro”(Lula).

  • Sim, mas talvez esta Senhora em sua simplicidade, soberba e ignorância, esteja sendo mais autêntica, do que seu marido, Dória Jr, e o partido político que o elegeu, PSDB.

Deixe um Comentário!