Notícias

Cunha é excluído do grupo do PMDB no WhatsApp

Cunha é excluído do grupo do PMDB no WhatsApp

Cunha é excluído do grupo do PMDB no WhatsApp – Foto: Lula Marques/Agência PT

O deputado Hildo Rocha, que administra o grupo, excluiu Cunha tão logo soube de sua prisão. Os parlamentares do PMDB sabiam que o celular do ex-deputado havia sido apreendido.

Saiu no Estadão:


Cunha é excluído de grupo do PMDB no WhatsApp logo após ser preso

Logo após a notícia de sua prisão, na tarde dessa quarta-feira, 19, o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi excluído do grupo de WhatsApp formado pela bancada do PMDB na Câmara. Apesar de ter tido o mandato cassado há mais de um mês, o peemedebista ainda era membro do grupo no aplicativo.

Segundo relatos de parlamentares da legenda, o deputado Hildo Rocha, administrador do grupo, excluiu Cunha às 13h35, cerca de meia hora depois da prisão e após saber que a PF havia apreendido o celular do ex-deputado. Com a exclusão, os investigadores não terão mais acesso às novas conversas da bancada, embora possam ver debates anteriores, de quando Cunha ainda era membro do grupo.

Correligionários do ex-deputado também evitaram comentar a prisão no grupo da bancada no WhatsApp. De acordo com relatos de parlamentares peemedebistas, o assunto foi pouco falado nas conversas do grupo. Os deputados do partido optaram por comentar o tema em conversas reservadas no aplicativo ou em ligações telefônicas.

(…)


2 Comentários

  • que bafo… causou hem… pera aqui não é o yahoo então que porra de fofoca é essa?ainda bem que tomo o maior cuidado para não clicar nos banners do google porque jabá de bb,cef e governo federal acabou né?? Faz estoque de mortadela que tá barata antes que esse governo “gópista” acabe com a Mortadelabrás

Deixe um Comentário!